Total Pageviews

Blog Archive

Procura neste Blog

ITO-NeTthings. Com tecnologia do Blogger.

Blogs de Portugal

Ricoh quer duplicar volume de negócios em Portugal

Ricoh quer duplicar volume de negócios em Portugal
Share it:
Foi há 25 anos que a empresa de origem japonesa chegou a Portugal. No ano em que comemora um quarto de século a marca aposta na expansão de serviços de IT no nosso país – com a aquisição da TotalStor, agora denominada de Totalstor, a Ricoh Company, que inclui a transformação e modernização das infraestruturas críticas de IT, o armazenamento, a proteção, a recuperação e a analítica dos dados, assim como a virtualização e a gestão de ativos IT, e a DocuWare, o fornecedor líder em software de gestão de informação – e quer duplicar o volume de negócios a médio/curto prazo. 

Ricoh quer duplicar volume de negócios em Portugal

O crescimento da Ricoh Portugal tem sido constante, antes da aquisição da TotalStor a faturação era de 17 milhões de euros e a empresa prevê agora fechar o ano fiscal nos 26 milhões de euros. “A nossa meta em Portugal é duplicar o volume de faturação em poucos anos. Para isso, vamos introduzir novos serviços no mercado português”, declara Jesus Centeno, destacando a evolução económica que se verificou no último ano não só em Portugal, mas também a nível Ibérico com a previsão de fechar o ano de 2019 “com 320 milhões de faturação, 54% deste valor corresponde ao Office Printing e 37% aos Office Services”. 

Recorde-se que em 2018, a Ricoh Portugal e Espanha alcançou os 273 milhões de euros de faturação. 65% das vendas corresponderam à área de Office Printing (serviços de impressão para escritório), 25% aos Office Services (soluções de TI e de colaboração) e 10% ao negócio de impressão comercial e industrial. 

Além disso, não há dúvidas de que em Portugal ainda há muito por onde crescer: “É um país onde é fácil as empresas estrangeiras investirem. Por isso, a Ricoh pode-se expandir até porque o nível de competência está ao nível de outros países”. 

Para que este crescimento continue, o alargamento da oferta de serviços de IT é, sem dúvida, o foco da Ricoh, conforme revela Jesus Centeno, responsável da Ricoh Portugal: “O nosso objetivo em Portugal e Espanha é que as soluções e serviços IT representem 40% da atividade da Ricoh no fecho do ano fiscal de 2020. Neste momento, o peso destes serviços na Península Ibérica é de 36%”. Por isso, no futuro é provável que a Ricoh avance com novas aquisições em Portugal. “Estamos sempre atentos a todas as oportunidades que possam surgir. Mas após as aquisições que fizemos, chegou o momento de estabilizar, manter a empresa rentável, contratar pessoas novas com talento para vender os nossos serviços e dar a conhecer estes serviços ao mercado”, acrescenta o responsável. 

De salientar ainda que a Ricoh Portugal e Espanha conta com dois mil profissionais, 100 distribuidores e mais de 50 mil clientes. 

Em termos globais, a Ricoh é verdadeiramente um gigante: fatura mais de 18 mil milhões de euros por ano e tem 92 mil trabalhadores. Só no que respeita a serviços de IT o grupo está a investir em aquisições em todo o mundo com o objetivo de chegar a uma faturação de 5600 milhões no final de 2022.
Share it:

info

Post A Comment:

0 comments: