Total Pageviews

Blog Archive

Procura neste Blog

ITO-NeTthings. Com tecnologia do Blogger.

Blogs de Portugal

Portuguesa no Top 50 dos finalistas dos Prémios Huawei Next-Image 2020

Portuguesa no Top 50 dos finalistas dos Prémios Huawei Next-Image 2020
Share it:
Já são conhecidos os vencedores e finalistas do Concurso Huawei Next-Image 2020 que chegou ao fim no final do passado mês de agosto. De entre os 50 finalistas selecionados encontra-se uma fotógrafa amadora de nacionalidade portuguesa, na categoria de “Faces”.


Após 114 dias de fotografias, inscrições e avaliações, o júri do concurso Huawei Next-Image encontraram os seus vencedores. Na edição deste ano, a Huawei recebeu um número recorde de inscrições, com participantes de mais de 120 países e regiões que publicaram mais de 1,19 milhões de fantásticas fotografias. Com mais 12% das inscrições quando comparado com o ano passado, o concurso Huawei Next-Image continua a ser uma das competições de fotografia mais populares e influentes do mundo.

Os vencedores foram escolhidos com base em seis categorias, com três vencedores na categoria “Grande Prémio”, 15 eleitos para a categoria “Vencedores”, 50 finalistas e cinco Menções Honrosas. Cada vencedor da categoria “Grande Prémio” recebeu um fundo de criação Next-Image no valor de 10.000 doláres, enquanto que os eleitos da “Categoria Vencedores” receberam um fundo no valor de 1.000 dólares. A todos os vencedores foi atribuído um Huawei P40 Pro.

Os vencedores do “Grande Prémio” são provenientes da Dinamarca, Argentina e China, com inscrições vencedoras submetidas nas categorias 'Hello, Life!', 'Live Moments' e na nova categoria 'Storyteller', que permite fazer colagens com várias imagens, aumentando a flexibilidade do formato para permitir contar uma história.


Entre 1,19 milhões de participantes de todo o mundo, a portuguesa Lília Nunes Reis distinguiu-se entre os 50 finalistas. Lília Nunes Reis, de 41 anos, profissional de saúde, foi uma das finalistas na categoria “Faces” com um retrato da filha num momento especial: “Era quase Natal. Estava frio. Foi um dia cheio de emoções e desafios difíceis. Finalmente nós (eu e minha filha) estávamos juntas e adormecemos em paz.”

Li Changzhu, Vice-Ministro do Departamento de Marketing de Estratégia do Consumidor do Huawei Consumer Business Group, sublinhou que “estamos entusiasmados por anunciar os vencedores do concurso Huawei Next-Image deste ano. O padrão de fotografia apresentado este ano continuou a surpreender, tanto em termos de qualidade das imagens quanto nas histórias incrivelmente comoventes por detrás de cada. Recorrendo a recursos de fotografia dos smartphones da Huawei e claro com o aumento contínuo de talentos, mal podemos esperar para ver o que as inscrições do próximo ano nos reservam.”

Os Prémios Huawei Next-Image são um concurso de renome mundial que, em 2020, contou com um painel de jurados muito especial, com fotógrafos mundialmente reconhecidos, incluindo o fotógrafo da Magnum e figura icónica da fotografia contemporânea, Steve McCurry; a fotógrafa de moda russa, Elizaveta Porodina; a fotógrafa e curadora sueca da Profoto, Karolina Henke e ainda com o fotógrafo canadense de desportos radicais, Reuben Krabbe. Este júri foi acompanhado por Andrew Garrihy, Diretor Global de Marca do Huawei Consumer Business Group, e Li Changzhu, Vice-Ministro do Departamento de Marketing e Estratégia do Consumidor do Huawei Consumer Business Group.

Contar histórias através da fotografia

Um dos muitos encantos da fotografia não está apenas em como esta capta os sentimentos do fotógrafo no momento em que o obturador é pressionado, mas também em como as fotografias registam as histórias e as pessoas que nelas estão retratadas. Os Prémios Huawei Next-Image proporcionam uma nova plataforma para os fotógrafos contarem as suas histórias e expressarem os seus sentimentos, o que acabou por enriquecer ainda mais as participações no concurso deste ano.

O vencedor dinamarquês Sune Pedersen utilizou as lentes da sua câmara para captar o calor exalado pelo abraço de um avô no aniversário do seu neto durante a pandemia. Esta foi a primeira vez que ele saiu de casa em meses; separados por uma folha de plástico protetor, ele e os seus dois netos tiveram um momento especial de proximidade. Pedersen testemunhou esse momento particularmente especial e aproveitou para captá-lo com o seu smartphone. “The Hug” foi fotografada com um Huawei Mate 10 Pro.

 

“A fotografia “The Hug” ilustra o que significa a narrativa universal. Retrata a situação que mil milhões de seres humanos enfrentam desde o início da pandemia. Retrata um momento de intimidade na era do covid, no mundo em que vivemos agora. Precisamos mais do que nunca do toque humano, de estarmos conectados com amigos, entes queridos e familiares. Devemos encontrar novas maneiras de dar amor, atenção e carinho para evitar a solidão e garantir que os idosos não estão isolados”, refere o jurado Steve McCurry Magnum (EUA).

Ainda sobre a fotografia de Sune Pedersen, o jurado Reuben Krabbe, fotógrafo de desportos radicais (Canadá), salientou que “amei a fotografia 'The Hug' de entre todas as imagens. Não há necessidade de legenda, todos nós imediatamente entendemos a emoção profunda e a situação da fotografia. É uma imagem perfeita. Fala à nossa humanidade, à humanidade de hoje, à distância e proximidade que todos sentimos. Consegue o que poucas fotografias conseguem: uma comunicação imediata que é mais poderosa do que qualquer palavra.”

O fotógrafo argentino Carloman Macidiano Céspedes Riojas utilizou a câmara do seu smartphone Huawei P10 para registar um conjunto de momentos do quotidiano. Esta sequência de nove imagens pode parecer não relacionada à primeira vista, mas, combinadas, a calma e a tranquilidade fazem com que se lembrem de tempos mais simples. A imagem intitulada “Resiliência”, foi uma das vencedoras nas categorias “Grande Prémio” e “Storyteller”.




“Na série ”Resiliência”, o trabalho do fotógrafo sobre a luz, a atmosfera e a composição resultou num belo equilíbrio entre graça e serenidade. Há uma sensação geral de calma e o artista combinou com sucesso elementos naturais, seres humanos e animais com grande harmonia”, referiu o jurado Steve McCurry Magnum. 

Reuben Krabbe, adiantou que “em cada situação, há sempre duas histórias. 2020 é uma história de drama, de solidão, mas também uma chamada de volta ao silêncio. Um apelo à simplicidade. É também um momento de contemplação; olhamos tudo mais de perto este ano. Quem sou eu? Quem somos nós? Onde vivo? Como faço para encontrar paz? O ensaio fotográfico “Resiliência” mostra todos esses sentimentos e muito mais.”


O terceiro ”Grande Prémio” foi atribuído ao trabalho do fotógrafo chinês Lin Haiyin, Mestre do Cavalo e dos Cavalos. Neste vídeo de quatro minutos, realizado com o Huawei P40 Pro, o Mestre do Cavalo conta a inseparável história dos tadjiques e dos cavalos por gerações no antigo dialeto tadjique.

“Guardo este vídeo comigo desde o momento em que o vi pela primeira vez. Acho que é um filme lindo, importante e interessante. Gostava de ter sido eu a filmá-lo e adorava saber mais sobre o cavaleiro e o seu neto, o pequeno cavaleiro!”, sublinhou a jurada Karolina Henke (Suécia).

Inscrições na Categoria “Live Moments” aumentam 22 vezes 

Vale a pena ressaltar que o número de inscrições na categoria “Live Moments” do concurso deste ano aumentou 22 vezes em relação ao ano passado, o que mostra que as pessoas estão cada vez mais interessadas em utilizar o vídeo para registar as suas vidas e as suas histórias. Este fenómeno poderá estar relacionado com a popularidade crescente de vídeos curtos como os Vlogs. A gravação de vídeo pode fornecer aos utilizadores mais possibilidades e tornar as memórias mais vivas. Além dos três vencedores da categoria “Grande Prémio” acima apresentados, existiram alguns trabalhos que surpreenderam os jurados, tendo sido eles também premiados pela sua qualidade e pela sua história.

Na Categoria “Near Far”, Dong Yanru (China), venceu com a fotografia “Horse Whisperer”, tirada com um Huawei P30 Pro. “Esta fotografia é uma obra de arte. Adorava emoldurar esta obra na minha parede!”, adiantou a jurada Karolina Henke (Suécia).


“O autor fotografou dois cavalos perto de um desfiladeiro com recurso à lente telefoto, produzindo um efeito de calma. Não há a sensação de nos estarmos a intrometer na natureza. Todo o cenário e as cores são de tirar o fôlego”, disse Li Changzhu Vice-ministro do Departamento de Estratégia de Marketing do Consumidor do Huawei Consumer Business Group.

Na Categoria “Hello, Life!”, Aljona Akszjonovics (Alena Axenovich) (Hungria), venceu com a imagem “Life Goals”, tirada com um Huawei Mate 20 lite.

Sobre esta fotografia Li Changzhu sublinhou que “esta é uma cena muito serena. A sua composição e cores são bastante confortáveis. Não posso deixar de pensar que são um casal de idosos – a esposa está a fazer um jogo de palavras e o marido, de chapéu, está a ler um livro. Estou intrigado em saber há quanto tempo estão juntos. Estarão de férias? Ou estão ali por outro motivo? Há quanto tempo estarão lá? Momentos interessantes da vida captados com um smartphone que não precisam, necessariamente, de estar num concurso de fotografia para serem valorizados. Por exemplo, não importa quantas vezes esta imagem vai ser vista, pois vai sempre lembrar a fotógrafa dos sentimentos que a emocionaram naquele momento.”


Também na categoria “Hello Life” foi reconhecida a fotografia “Summer Time” de Andrea Biri-Toth (Hungria), num momento captado com o seu Huawei Mate 9.


“Esta fotografia é um momento de reunião familiar captado com um smartphone. Tecnicamente falando, não é fácil captar uma fotografia assim. O obturador, a exposição e o foco devem ser rápidos e precisos. Estou muito feliz que os utilizadores possam criar e captar o que quiserem com a velocidade de um smartphone Huawei”, referiu Li Changzhu, Vice-ministro do Departamento de Estratégia de Marketing do Consumidor do Huawei Consumer Business Group.

Concurso Huawei Next-Image: Descobrir o mundo com recurso à tecnologia

Entre as inscrições nos Prémios Next-Image deste ano, os três modelos de smartphones mais utilizados foram todos da Huawei P series, que continua a desafiar os limites da fotografia móvel com inovações tecnológicas, inspirando os utilizadores de smartphones e permitindo-lhes que captem e partilhem a beleza da vida a qualquer hora e em qualquer lugar.

Nas inscrições deste ano, destacam-se muitos trabalhos focados em crianças, o poder das mulheres, o ambiente natural e as questões sociais. Na Huawei acreditamos que por meio destas imagens, mais pessoas podem entender o que está a acontecer no mundo e o que até agora não tinha sido mostrado num concurso de fotografias captadas com smartphones.
Share it:

info

Post A Comment:

0 comments: