Total Pageviews

Blog Archive

Procura neste Blog

ITO-NeTthings. Com tecnologia do Blogger.

Blogs de Portugal

Deep Web - O que é e como funciona?

Deep Web - O que é e como funciona?
Share it:
Aquilo que existe à superfície equivale, segundo especialistas, a cerca de 4% do todo que a “web” tem para oferecer.


O Mundo da Internet é infinito e a quantidade de informação que podemos adquirir é inimaginável. Os motores de pesquisa como por exemplo o Google, ajudam os utilizadores a encontrar facilmente e de uma forma rápida o que procuram. Mas essa informação, presente em sites que visitamos diariamente, representam apenas cerca de 20% da Internet. Mas onde estão os restantes 80%??? …a Deep Web é a resposta.


Quando se diz que na internet é possível aprender como construir bombas, comprar drogas e documentos falsificados, entre outras coisas, geralmente é sobre a deep web que estão a falar, assim como é lá também que surgem organizações como Wikileaks e Anonymous, e são essas pessoas que discutem a web como um organismo livre e democrático.

O que é a Deep Web?


A deep web é considerada a camada real da rede mundial de computadores, comummente explicada em analogia a um iceberg. Porque a parte que se vê do iceberg é a Web comum e a parte que não se vê é a Deep Web.

Deep Web

É o conjunto de conteúdos da internet não acessível directamente por sites de busca. Isso inclui, por exemplo, documentos alojados dentro de sites que exigem login e senha. A sua origem e sua proposta original são legítimas. Afinal, nem todo material deve ser acedido por qualquer utilizador. Estamos a falar de documentos e dados bancários, do governo e outras organizações. O problema é que, longe da vigilância pública, essa enorme área secreta virou a uma terra sem lei, repleta de actividades ilegais tais como venda de armas e drogas e pedofilia.

Por outras palavras e mais detalhado, em grande parte, a deep web existe, assim como a própria internet, graças à força militar dos Estados Unidos. Neste caso, graças ao Laboratório de Pesquisas da Marinha do país, que desenvolveu o The Onion Routing para tratar de propostas de pesquisa, design e análise de sistemas anónimos de comunicação.

A segunda geração deste protejo foi libertada para uso não-governamental, e chamada de TOR e, desde então, vem evoluindo... Em 2006, TOR deixou de ser um acrónimo de The Onion Router para se transformar em ONG, a Tor Project, uma rede de túneis escondidos na internet em que todos ficam quase invisíveis.


Onion, em inglês, significa cebola, e é bem isso que a rede parece, porque às vezes é necessário atravessar várias camadas para se chegar ao conteúdo desejado.

Ao aceder um site normalmente, o teu computador conecta-se a um servidor que consegue identificar o IP; com o Tor isso não acontece, pois, antes que sua requisição chegue ao servidor, entra em cena uma rede anónima de computadores que fazem pontes criptografadas até o site desejado. Por isso, é possível identificar o IP que chegou ao destinatário, mas não a máquina anterior, nem a anterior, nem a anterior etc. Chegar aoutilizador, então, é praticamente impossível.

Os perigos da Deep Web...


Antes de explicar como se acede, acho por bem demonstrar os reais perigos de andar por bandas desconhecidas e não são poucos!

A Deep Web está cheia de crackers (hackers com intenções criminais), que adoram “fisgar” utilizadores descuidados. Como não há filtros de segurança, eles facilmente conseguem, por exemplo, aceder ao teu computador (controlando-o a distância sem dares conta) e roubar dados.


Uma das regras é não usares periféricos como webcams, não alterar a resolução do browser de acesso e não andares a navegar à toa. Todos os cuidados são poucos.

Existe um velho truque que passa por meter fita-cola na webcam.

Como aceder à Deep Web?


A primeira camada chama-se Onion, podendo ser acedida através do proxy Tor que se faz download aqui.

Sem o proxy é impossível aceder à primeira camada, ou seja à “entrada” da Deep Web. É impossível porque para acedermos a ela precisamos de obter o anonimato, e os links da Deep Web são ligeiramente diferentes dos convencionais, e o browser simplesmente não os consegue identificar, como podem verificar com este link que vos deixo:

http://kpvz7ki2v5agwt35.onion/wiki/index.php/Main_Page

Este link pertence a hidden Wiki, como se fosse a Wikipédia da Deep Web. Já na Surface a Wikipédia é completamente cheia de informação, mas só consegue ter aproximadamente um terço da Hidden Wiki.


Podes encontrar mais links na Web tradicional mas tem atenção a onde te metes.

Uso e Finalidades


O uso da Deep Web é bastante variado, e é aqui que reside a polémica. Por causa da privacidade, muitas pessoas e instituições usam essa rede para partilhar e hospedar arquivos sigilosos e que não podem estar disponíveis na “internet convencional”. O exército, as forças policiais, jornalistas e até mesmo cidadãos comuns com algum conhecimento de internet são exemplo de pessoas que recorrem à Deep Web para fins específicos. No entanto, o anonimato também permite a proliferação de uma série de atrocidades e coisas bizarras.

O comércio de drogas ilegais, órgãos, armas e até mesmo pessoas, além da pornografia infantil e a encomenda de assassinos de aluguel, são apenas alguns dos exemplos.

Bitcoin


A Deep Web tem uma estreita relação com o Bitcoin. A moeda virtual que permite aos utilizadores conduzir transacções no anonimato é extensamente utilizada na “internet invisível” para o comércio de produtos e serviços dos mais variados tipos. Porém, infelizmente, o seu uso está constantemente relacionado ao comércio de drogas ilegais na Deep Web, além de uma série de outras atividades nem um pouco bacanas.

bitcoin


Anónimos e Wikileaks nasceram na Deep Web


Existem fóruns, de extrema utilidade, que na Surface seriam completamente encerrados já que os assuntos debatidos iriam chocar utilizadores ou, por exemplo, é nesses que fóruns os hackers e crackers partilham o seu conhecimentos entre eles.


Alguns dos grupos Hackers activistas, como os Anónimos e o Wikileaks, nasceram na Deep Web e aos poucos expandiram para a Surface. Não é que a Deep Web seja um mundo desinteressante (é completamente o oposto) mas sim para divulgarem o seu trabalho a todas as pessoas e também ganharem algum protagonismo.

wikileaks anonymous


Julga-se que na Deep Web existam cerca de 8 camadas, em que cada camada tenha um maior grau de dificuldade para a aceder. A primeira camada em mais pormenor porque é a única para a qual ainda se consegue obter alguma informação na Surface.

Share it:

info

Post A Comment:

0 comments: