Total Pageviews

Blog Archive

Procura neste Blog

ITO-NeTthings. Com tecnologia do Blogger.

Blogs de Portugal

Beelink GT1 Mini TV Box - Analise e Desempenho

Beelink GT1 Mini TV Box - Review
Share it:
A Beelink sempre foi uma das marcas que desenvolve Boxs Android com alguma qualidade. Esta além de uma estética Mini, conforme o nome diz, também apresenta um novo Processador.

Beelink GT1 Mini TV Box

Esta inclui o novo SoC Amlogic S905X2, um processador atualizado da geração S905X anterior. Este modelo tem várias configurações que combinam 2 ou 4 GB de RAM DDR4 e 32 ou 64 GB de armazenamento interno.

Tem AC Wifi, Bluetooth, Gigabit Ethernet e como sistema temos o Android 8.1 instalado. Vamos então ver a análise detalhada desta box.

Unboxing


Vem numa caixa extremamente compacta, sem problemas no transporte. Com película de plástico, por fora, ainda reforça a embalagem.

Beelink GT1 Mini TV Box

A caixa indica exactamente, o que vem lá dentro, mal abres a caixa, a box vem por cima.

Beelink GT1 Mini TV Box

A caixa trazia o seguinte:
  • Beelink GT1 Mini;
  • Carregador;
  • Comando com Pilhas AAA (não incluídas);
  • Manual;
  • Um pequeno papel a incentivar a partilha;
  • Cabo HDMI;

Beelink GT1 Mini TV Box

Design


É uma box com um design extremamente simples, toda ela em preto, pequena. É um quadrado com cantos arredondados.

A nível de dimensões ela é pequena e leve. Tem como dimensões: 77mm x 77mm x 17 mm e pesa cerca de 120 gramas.

O material utilizado no corpo da box é plástico, mas é um plástico bastante compacto.

Quando pegas na box sentes um trabalho bem feito com bons acabamentos. Tem uma boa qualidade de construção.

Por cima tem o símbolo da Beelink centrado no meio da box.

Beelink GT1 Mini TV Box

De um dos lados tem uma entrada USB 2.0, uma entrada USB 3.0 e uma entrada para TF/Micro SD Card.

Beelink GT1 Mini TV Box

Na frente e completamente lisa.

Beelink GT1 Mini TV Box

No outro lado também.

Beelink GT1 Mini TV Box

Por trás tem uma entrada de audio 3,5, uma entrada ethernet de 1 Gibabit, entrada HDMI e posrta para o carregador.

Beelink GT1 Mini TV Box

Por baixo, esta é toda vermelha e em vez de ter os quatro cantos salientes, tem duas saliências que ajudam na aderência da box a qualquer superfície. Tem também por baixo, a saída de ar quente, que diga-se, faz bem o seu trabalho.

Beelink GT1 Mini TV Box

Características


Sistema Operativo: Android 8.1;
CPU: Amlogic S905X2;
Core: Cortex A53,Quad-core;
GPU: Mali-G31;
Tipo de RAM: DDR4;
RAM: 4GB;
ROM: 64GB;
Wifi: 2,4G +5G;
Formato do Decodificador: H.263,H.264,H.265,HD MPEG4;
Formato de Vídeo: RM,AVI,DAT,ISO,MKV,MP4,MPEG,WMV;
Formato de Áudio: AAC,FLAC,MP3,OGG,WMA;
Formato das Fotos: BMP,GIF,JPEG,JPG,PNG,TIFF;
Suporta 5.1 Saída de Som Surround: Sim;
Multi-Formatos de media suportados: Bluetooth 4.0;
Fonte de Energia: Adaptador de Carga;
Interface: AV,DC Porta de alimentação,HDMI,LAN,TF CARD,USB2.0,USB3.0;
Língua: Multi-idioma;
Versão de HDMI: 2;
Outras Funções: DLNA,Arquivos ISO;
Consumo de Energia: 6W;
Velocidade da Porta RJ45: 1000 Mbps;
Bit de Sistema: 64Bit;

Utilização e Funcionalidades


Mal ligamos a Box, e esta depois de uma apresentação discreta e breve, e depois de metermos as configurações básicas, como idioma e ligação Wifi, esta pediu para efectuar uma actualização, que foi feita no imediato.

Beelink GT1 Mini TV Box

A actualização tinha um tamanho de 515,36MB e ainda demorou cerca de 10 minutos a ser feita.

Beelink GT1 Mini TV Box

Depois de actualizar, chegamos ao launcher padrão das boxs Beelink com base em quadrados, onde podemos personalizar a lateral com atalhos.

Beelink GT1 Mini TV Box

Traz poucas aplicações de origem, algo bom. Traz as famosas aplicações Bee que eu costumo desinstalar logo.

Traz ainda a Playstore, o Browser e um explorador de ficheiros que é sempre útil.

A Box é bastante fluída, mas o teste foi feito com o modelo de 4GB, que ajuda e muito, e é o mais indicado, especialmente para quem utiliza a box para jogar.

Beelink GT1 Mini TV Box

Foi efectuado um teste de benchmark através da aplicação Geekbench, onde se obteve um resultado satisfatório.

Foi também efectuado o teste de malware através da aplicação malwarebytes e não foi encontrado nenhum malware, o que é excelente.

Beelink GT1 Mini TV Box

Posto isto, decidi avançar para a experiência Kodi nesta box, para mim é sempre importante ver como a box se porta a box com o Kodi, porque utilizo muito. Também gosto de utilizar o Kodi para verificar as características da box.

Podemos ver que, com o Kodi em funcionamento, a utilização da RAM é de apenas 27%, ou seja ainda temos cerca de 2,7GB livres.

Podemos ver também que a utlização do CPU anda numa média dos 15% o que também é excelente.

Beelink GT1 Mini TV Box

A nível de armazenamento internos os 64GB que trás são mais que suficientes para instalar milhares de aplicações. Depois do Kodi instalado ainda me sobram 53,4GB, o Kodi ocupa pouco, os outros 10GB são normalmente alocados para sistema e afins.

Beelink GT1 Mini TV Box

Podemos verificar que estamos perante um CPU Amlogic X905X2 e alguns dos seus dados.

Beelink GT1 Mini TV Box

O GPU é uma Mali-G31.

Beelink GT1 Mini TV Box

Esta box suporta sistema de OTA update, mas não entanto, que tenha conhecimento, não existem ROMs personalizadas para esta box, pelo menos ainda.

Existem algumas boxs que permitem ter duplo sistema operativo, isto é permitem, ter o que vem de origem e utilizar Libreelec através de um cartão de memória, mas esta até ver não suporta isso.

A Beelink GT1 mini na utilização é mesmo fluída, rápida, tem uma velocidade de armazenamento interno muito boa, o que não tens qualquer problema em instalação/utilização de aplicações.

Tem uma porta USB 3.0 que nos permite velocidades de leitura muito superiores às do clássico USB 2.0 e ainda uma porta ethernet com ligação de Gigabit que é sempre uma mais valia!

A nível wireless, é de referir que é bastante estável, mas mesmo assim não tem grande alcance, isto e, se estiveres relativamente perto, até 5 metros sensivelmente, é muito bom, depois disso a perda de sinal é bastante significativa.

O Bluetooth podes conectar dispositivos compatíveis sem problemas.

Apesar de ter apenas aquela saida de ar quente por baixo da box, o sistema de ventilação é bom porque a box não aquece excessivamente, mesmo em situações de stress.

No aspecto de jogos o Beelink GT1 MINI tem o SoC Amlogic S905X2 que integra um GPU Mali-G31 MP2, este modelo permite correr a maioria dos jogos Android sem problemas de desempenho e boa compatibilidade. Os jogos com muita carga 3D também se movem muito bem e esta GPU permite reproduzi-los correctamente em configurações baixas ou médias.

No nível de reprodução multimédia, a Beelink GT1 MINI teoricamente, permite resolução máxima até 4K @ 75fps com informações HDR. Verifiquei que temos configurações de qualidade de imagem com brilho, contraste e saturação, e vários pré-configurados, também possui DNR “Digital Noise Reduction” que efectua um efeito suavizador da imagem com resultados que dependem de gostos pessoais.

Num computo geral é uma visualização muito agradável e suaves em problemas de a imagem para ou soluços.

A nível de serviços de streaming, este modelo não possui certificados para esses serviços. O modelo Beelink GT1 MINI apresenta a configuração clássica sem certificados que nos limitam em qualidade em vários serviços de streaming. Resumidamente, não tens acesso por exemplo ao Netflix FHD.

Veredicto


Estava muito curioso em relação a este novo modelo. Novo processador S905X2. A Beelink GT1 MINI segue a linha da marca Beelink e oferece um produto com componentes interessantes.

Com a integração do novo SoC Amlogic S905X2, este modelo incorpora agora o USB 3.0, melhorias visuais na reprodução de vídeo e um excelente consumo que nos oferece uma temperatura realmente baixa.

O desempenho da Wifi é razoável apesar da antena interna, mas em distancia mais longas perde sinal muito rapidamente. Em relação à GT1 Ultimate existem aqui várias melhorias, mas mesmo assim não chega aos patamares da wifi das boxs da Xiaomi.

A velocidade da porta Gigabit Ethernet permite usar a box como um reprodutor de rede sem problemas.

O controle remoto padrão incluído funciona bem, mas aqui se fosse outro tipo de ligação que não ocupasse uma porta USB era bem melhor.

Esta box tem várias configurações, a que testamos tem 4GB + 64GB, a versão mais cara, tens outras versões. A de 2GB de RAM serve para um bom leitor de mutimedia, Kodi e serviços de streaming mas para mais como jogos já não é muito aconselhada.

A nível de ROM tens as versões 32GB e 64GB e aqui com sinceridade 32GB de ROM são mais que suficientes.

Resumindo:

Prós 
  • Wifi estável; 
  • Ethernet Gigabit;
  • Design pequeno e simples;
  • Firmware estável; 
  • Actualizações OTA; 

Contras
  • Alcance Wifi;
  • Preço;
  • Não certificada;

É mais uma boa box para quem estiver a equacionar comprar.

Onde Comprar e Preço:


Versão 4GB + 64GB
Link: http://bit.ly/2VTujdJ
Preço:67.09€
Método de Envio: Portugal Express-S

Versão 4GB + 32GB
Link: http://bit.ly/2RrobuY
Preço: 64.19€
Método de Envio: Portugal Express-S

Versão 2GB + 32GB
Link: http://bit.ly/2M88J0S
Preço:54.70€
Método de Envio: Portugal Express-S
Share it:

boxtv

Post A Comment:

2 comments:

  1. Boas Paulo, uma pergunta,entre esta de 4g+64g e a Xiaomi S qual aconselhas?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Depende da utilização, se for para ver Netflix e ligar por wireless recomendo a Mi Box S. Se for para meter muitas aplicações para ver series e filmes, IPTV, etc e ligar por cabo recomendo esta.

      Eliminar