Total Pageviews

Blog Archive

Procura neste Blog

ITO-NeTthings. Com tecnologia do Blogger.

Blogs de Portugal

Check Point Software selecionada pelo Sistema Nacional de Saúde Escocês para fornecedora de cibersegurança

Check Point Software selecionada pelo Sistema Nacional de Saúde Escocês para fornecedora de cibersegurança
Share it:
A Check Point assegura a gestão de dados sensíveis do NHS Scotland na cloud pública, permitindo a escalabilidade necessária ao grande número de apps e sistemas relacionados com a COVID-19

A Check Point® Software Technologies Ltd. (NASDAQ: CHKP), fornecedora líder de soluções de cibersegurança a nível global, é a escolha do Serviço Nacional de Saúde da Escócia (NHS Scotland) para assegurar e gerir a cloud pública, bem como fornecer soluções de prevenção contra ameaças a serviços públicos vitais, como o “Test & Protect”, medida de prevenção implementada pelo governo escocês com o objetivo de conter a pandemia, e serviços de gestão do processo de vacinação.

O Sistema Nacional de Saúde da Escócia garante à população do país a prestação pública de cuidados de saúde, encontrando-se, nos últimos 18 meses, num processo de transição de dados e serviços de saúde para a cloud pública do Microsoft Azure. O emergir da pandemia veio evidenciar a necessidade por soluções de segurança que facilmente se adaptem à expansão da procura. A infraestrutura cloud do NHS Scotland é a base para os serviços “Test & Protect”, com mais de um milhão de utilizadores, bem como a app de proximidade “Protect Scotland”, sendo, por isso, de crucial importância que estes serviços estejam totalmente protegidos contra ameaças e ataques. A organização está ainda a desenvolver sistemas de agendamento e gestão do processo de administração de vacinas contra a COVID-19 na Escócia, à medida que estas vão ficando disponíveis.

“A CloudGuard da Check Point tem sido um elemento chave, na medida em que nos permite adicionar mais ambientes cloud e serviços sem necessitarmos constantemente de rever ou implementar uma nova infraestrutura de segurança. Isto significa que nos podemos focar nas tarefas diretamente relacionadas com o público, às quais podemos realmente acrescentar valor, como o desenvolvimento dos serviços “Test & Protect,” afirmou Deryck Mitchelson, Chief Information Security Officer, NHS Scotland. “De momento, estamos a construir os nossos sistemas de gestão de vacinação, e a nossa abordagem cloud-first dá-nos a agilidade e possibilidade de escala necessárias à sua aplicação a nível nacional, estando certos de que os dados e serviços estão assegurados.”

Como garante múltiplos sistemas de saúde essenciais, o NHS Scotland precisa ainda de ter visibilidade total sobre quem acede aos dados, onde estão a ser partilhados e como estão a ser utilizados para corresponder ao Regulamento Geral de Proteção de Dados (GDPR) e à legislação de segurança de dados nacionais. Para proteger os dados relativos a cuidados e serviços de saúde na cloud pública, o NHS Scotland implementou: 
  • CloudGuard IaaS, que fornece as mesmas soluções de prevenção contra ameaças e de segurança de dados em clouds públicas como em Gateways de segurança físicos das próprias organizações, através da mesma interface de gestão 
  • Check Point Maestro, que permite a escalabilidade que o NHS Scotland requer, permitindo a fácil expansão dos Gateways de segurança existentes às suas crescentes necessidades

“Dados de saúde são provavelmente os ativos de maior valor da Escócia, por isso, é essencial que se mantenham absolutamente seguros onde quer que estejam a ser acedidos ou armazenados. A visibilidade de que dispomos agora é muito maior do que a que tínhamos antes de implementar as soluções da Check Point,” acrescenta Mitchelson. “Sabemos onde estão os dados e quem está a aceder aos mesmos, a partir de que localização, assegurando cada um dos pontos de entrada.”

O NHS Scotland utiliza também uma solução Security Information and Event Management (SIEM). “Uma das coisas de que gostei na Check Point foi a sua integração com o fornecedor SIEM com o qual trabalhamos,” continua o responsável. “Significa que não temos de criar novas configurações, é só conectar com o sistema SIEM e começa automaticamente a funcionar, reunindo a informação de que precisamos numa única localização.”

Para ler na íntegra o caso de estudo do NHS Scotland, por favor visite: https://www.checkpoint.com/downloads/customer-stories/nhs-scotland-case-study.pdf
Share it:

info

Post A Comment:

0 comments: