Total Pageviews

Blog Archive

Procura neste Blog

ITO-NeTthings. Com tecnologia do Blogger.

Blogs de Portugal

Check Point Software anuncia resultados financeiros do quarto trimestre de 2020

Check Point Software anuncia resultados financeiros do quarto trimestre de 2020
Share it:
São divulgados ainda os resultados financeiros anuais, destacando-se os principais produtos, investigações e iniciativas da empresa

Check Point Software anuncia resultados financeiros do quarto trimestre de 2020
A Check Point® Software Technologies Ltd. (NASDAQ: CHKP), fornecedor líder de soluções de cibersegurança a nível global, anunciou os resultados financeiros do quarto trimestre de 2020, bem como os resultados anuais.

Quarto trimestre de 2020
  • Receita total: 564 milhões de dólares, um crescimento ano-a-ano de 4%.
  • Receita diferida: 1.482 milhões de dólares, representando um aumento de 7% ano-a-ano.
  • Receita operacional GAAP: 251 milhões de dólares, representando 45% da receita total
  • Receita operacional Não-GAAP: 285 milhões de dólares, representando 51% da receita total.
  • Lucro por ação GAAP: 1.95 dólares, um crescimento ano-a-ano de 6%.
  • Lucro por ação Não-GAAP: 2.17 dólares, um crescimento ano-a-ano de 7%.

Total do ano 2020
  • Receita total: 2.065 milhões de dólares, um crescimento de 4% face o ano anterior.
  • Lucro por ação GAAP: 5.96 dólares, um crescimento ano-a-ano de 10%.
  • Lucro por ação Não-GAAP: 6.78 dólares, um crescimento ano-a-ano de 11%.
“Estamos muito satisfeitos com os nossos resultados financeiros tanto do quarto semestre, como de todo o ano de 2020. Ao longo do último trimestre, o volume de negócio aumentou em todas as áreas, incluindo a segurança cloud, de rede e acesso remoto, com um crescimento da receita de subscrições de 10% e um aumento dos lucros por ação Não-GAAP de 11%, em relação ao ano anterior. Estes dados refletem a solidez da nossa estratégia e o grau de importância que a cibersegurança tem alcançado nesta altura,” assinala Gil Shwed, fundador e CEO da Check Point Software. “A pandemia da COVID-19 impulsionou uma nova normalidade direcionada para ambientes de trabalho híbridos e uma rápida transformação digital que veio trazer novos desafios de segurança. A nossa plataforma de segurança Infinity permite a prevenção contra ciberataques de Geração V provenientes dos principais vetores de ataque. Oferecer serviços de cibersegurança é agora mais crítico do que nunca e gostaria de expressar o meu agradecimento aos nossos clientes, sócios e colaboradores por tornarem isso possível”, conclui Shwed.


Principais resultados financeiros do quarto trimestre de 2020
  • Receita total: 564 milhões de dólares, face a 544 milhões no mesmo período de 2019, representando um crescimento ano-a-ano de 4%.
  • Receita operacional GAAP: 251 milhões de dólares, em comparação com 249 milhões de dólares em 2019, representando 45% e 46% da receita total do quarto trimestre em 2020 e 2019, respetivamente.
  • Receita operacional Não-GAAP: 285 milhões de dólares em 2020 face a 280 milhões de dólares no quarto trimestre de 2019, representando 51% da receita total do quarto trimestre de 2020 e 2019.
  • Impostos sobre a receita GAAP (benefício fiscal): 5.2 milhões de dólares face a 3.1 milhões de dólares no quarto trimestre de 2019.
  • Lucro líquido e ganhos por ação GAAP: receita GAAP líquida de 271 milhões de dólares em comparação com os 272 milhões de dólares do quarto trimestre de 2019. Os ganhos por ação GAAP foram de 1.95 dólares face aos 1.84 dólares do mesmo período em 2019, verificando-se um crescimento de 6%.
  • Lucro líquido e ganhos por ação Não-GAAP: receita Não-GAAP líquida de 301 milhões de dólares no quarto trimestre de 2020, face aos 299 milhões de dólares em 2019. Os ganhos por ação Não-GAAP foram de 2.17 dólares face aos 2.02 dólares no quarto trimestre de 2019, verificando-se um crescimento de 7%.
  • Receita diferida: a 31 de dezembro de 2020, a receita diferida foi de 1.482 milhões de dólares, face aos 1.387 milhões verificados no mesmo período de 2019 – crescimento ano-a-ano de 7%.
  • Saldos de caixa, títulos negociáveis e depósitos a curto prazo: 4.000 milhões de dólares a 31 de dezembro de 2020, face as 3,949 milhões de dólares de dezembro de 2019.
  • Fluxo de Caixa: o fluxo de caixa operacional foi de 293 milhões de dólares, comparando com os 246 milhões de dólares do mesmo período do ano anterior. O quarto trimestre de 2020 inclui 26 milhões de dólares de receita relacionados com operações de cobertura de câmbio de divisas, em comparação com os 2 milhões de dólares no quarto trimestre de 2019. Além disso, no mesmo período de 2019, o fluxo de caixa incluiu 12 milhões de dólares de custos relacionados com aquisições.
  • Programa de Recompra de ações: durante o quarto trimestre de 2020, a empresa recomprou aproximadamente 2,7 milhões de ações, com um custo total aproximado de 323 milhões de dólares.

Principais resultados financeiros de 2020
  • Receita total: 2,065 milhões de dólares, face a 1,995 milhões no mesmo período de 2019, representando um crescimento ano-a-ano de 4%.
  • Receita operacional GAAP: 904 milhões de dólares, em comparação com 882 milhões de dólares em 2019, representando 44% da receita total em 2020 e 2019.
  • Receita operacional Não-GAAP: 1,035 milhões de dólares em 2020 face a 1,003 milhões de dólares em 2019, representando 50% da receita em 2020 e 2019.
  • Impostos sobre a receita GAAP: 124 milhões de dólares face a 137 milhões de dólares em 2019.
  • Lucro líquido e ganhos por ação GAAP: receita GAAP líquida de 847 milhões de dólares em comparação com os 826 milhões de dólares em 2019. Os ganhos por ação GAAP foram de 5.96 dólares face aos 5.43 dólares do mesmo período em 2019, verificando-se um crescimento de 10%.
  • Lucro líquido e ganhos por ação Não-GAAP: receita Não-GAAP líquida de 963 milhões de dólares em 2020, face aos 933 milhões de dólares em 2019. Os ganhos por ação Não-GAAP foram de 6.78 dólares face aos 6.13 dólares em 2019, verificando-se um crescimento de 11%.
  • Fluxo de Caixa: o fluxo de caixa operacional foi de 1.152 milhões de dólares, comparando com os 1.102 milhões de dólares em 2019.
  • Programa de Recompra de ações: durante 2020, a empresa recomprou aproximadamente 11,4 milhões de ações, com um custo total aproximado de 1.298 milhões de dólares.

Destaques de 2020

Lançamento de produtos:

Check Point Quantum Security GatewaysTM: em abril, a Check Point lançou uma nova linha de 15 modelos de Gateways de segurança que estendem a segurança da arquitetura Infinity desde o escritório até ao centro de dados. Todos os modelos Quantum oferecem o mais alto nível de prevenção contra ameaças, contando com o SandBlast Zero Day Protection, que proporciona mais de 60 serviços de segurança e proteção. Desde o seu lançamento e ao longo de 2020, assistiu-se a uma taxa de transição para o novo modelo Quantum de mais de 90%.

Check Point IoT Protect: outro dos efeitos imediatos da pandemia foi o aumento dos ciberataques dirigidos a redes IoT de empresas de produção, serviços públicos e outros pontos críticos. Neste sentido, a Check Point apresentou a IoT Protect, a solução pensada para proteger os dispositivos e redes IoT contra os ciberataques mais avançados. Este produto oferece funcionalidades de prevenção contra ameaças e gestão de segurança que permitem bloquear os ataques tanto a nível a rede como ao nível dos próprios dispositivos IoT.

Check Point Infinity SOC: com a maior sofisticação e frequência dos ciberataques, as equipas SOC (Security Operations Center) enfrentam grandes dificuldades de identificação e mitigação de atividade maliciosa nas suas redes. Por isso, a Check Point dispõe do Infinity SOC, a solução que ajuda os responsáveis de segurança a reduzir a sobrecarga diária de alertas e pontos sem visibilidade da rede, possibilitando uma identificação e detenção mais rápidas e precisas de potenciais ciberataques. O Infinity SOC da Check Point é utilizado para descobrir e investigar os ciberataques mais perigosos e sofisticados do mundo.

Gestão de Segurança Unificada como serviço Cloud: um dos objetivos da Check Point é ajudar os profissionais de segurança a gerir as soluções de cibersegurança de forma mais segura, simples e eficaz. No início de 2020, a empresa lançou a gestão de segurança unificada como serviço Cloud para que o tempo gasto em intervenções de segurança fosse drasticamente reduzido. Tal possibilitou os clientes da Check Point usufruírem de uma solução de gestão unificada em todo o seu tecido de rede, libertando-os da manutenção contínua e das atualizações manuais.

Plataforma de cibersegurança R81, Infinity Threat Prevention e SandBlast: em outubro, foi apresentada a última versão da plataforma de cibersegurança R81, a primeira do setor a oferecer uma prevenção contra ameaças autónoma e que permite às equipas de TI a gestão dos vários ambientes de rede de uma forma mais simples e eficaz. A Check Point apresentou ainda o Infinity Threat Prevention, uma nova ferramenta pensada para reduzir as despesas de administração e fortalecer a estrutura de segurança das empresas, já que a proteção da rede é mantida automaticamente e sem manutenção. A R81 permite responder com rapidez aos incidentes de segurança, na medida em que reduz o tempo de implementação em 90%. A plataforma introduz também melhorias significativas do rendimento e utilização do hardware, otimizando a segurança para o tráfego de redes encriptadas (SSL).

Investigação e Cibersegurança:

Dimensional Research: em dezembro, a Check Point realizou um estudo a nível mundial, com mais de 600 profissionais de cibersegurança, dos quais 58% afirmaram que a sua empresa havia sofrido um aumento do número de ciberataques com a emergência da pandemia. O estudo revelou que a segurança do trabalho remoto seria um dos principais prioridades e desafios dos próximos anos e que aproximadamente metade das empresas acreditavam não voltar às condições anteriores à situação pandémica.

Previsões 2021: à medida que os cibercriminosos encontram novas formas de se aproveitarem do atual panorama, os efeitos da COVID-19 continuam a ser um fator chave para as equipas de TI e de segurança das empresas. De acordo com as Previsões de Cibersegurança de 2021 da Check Point, os próximos 12 meses verão mais ataques relacionados com a COVID-19, bem como a evolução do malware e novas ameaças relacionadas com o 5G e o IoT.

Ransomware: no início do trimestre, os investigadores da Check Point aletaram para a onda de ataques de ransomware verificada entre empresas de escala mundial. No terceiro trimestre de 2020, a Check Point Research constatou um aumento de 50% da média diária de ataques ransomware, em comparação com o primeiro semestre do ano.

Ataques ao setor hospitalar: os investigadores da Check Point Research analisaram os ataques dirigidos a distintas organizações do setor da saúde, constatando um aumento de 45% do número de ciberataques dirigidos a organizações da área a nível global. O setor da saúde foi identificado como o alvo primordial dos cibercriminosos.

Vacinas à venda na dark web: durante o mês de dezembro, como consequência da entrada das vacinas contra a COVID-19 no mercado, foram encontradas pela Check Point Research um conjunto de publicações na dark web na qual se anunciava a venda de supostas vacinas contra a COVID-19 e remédios para a doença.

Vulnerabilidades em aplicações e infraestruturas:

TikTok soluciona falha de privacidade: a Check Point Research encontrou uma vulnerabilidade de segurança na funcionalidade “Find Frieds” do TikTok. Se não fosse corrigida, poderia permitir que um ciberatacante acedesse aos detalhes de perfil dos utilizadores e ao número de telefone associado.

Vulnerabilidade na “Steam Sockets” da Valve: a Check Point Research identificou quatro vulnerabilidades na biblioteca de rede da Steam, uma plataforma online que serve de anfitriã de vários jogos da Valve com mais de 25 milhões de utilizadores. Se não fosse corrigida, os cibercriminosos poderiam bloquear remotamente o jogo do seu oponente, tomar controlo do computador de outro jogador e até sequestrar todos os computadores conectados a um servidor de jogo de terceiros.

A vulnerabilidade presente na biblioteca da Google Play: a Check Point Research constatou que as aplicações mas populares da fornecedora Play Store continuavam vulneráveis a uma conhecida fragilidade de segurança, a CVE-2020-8913. Milhões de utilizadores estavam, assim, em risco de ter os seus dados extraídos por cibercriminosos.

Pay2Key – nova campanha de ransomware: a Check Point Research localizou uma variante de ransomware nunca antes vista que atacava empresas israelitas e europeias. Os investigadores conseguiram rastrear uma conta de criptomoeda iraniana.

Investigação de Malware e Campanhas:

Brand Phishing Report do quarto trimester de 2020: o último Brand Phishing Report revelou quais as marcas mais frequentemente imitadas pelos cibercriminosos com a intenção de, através das mesas, roubar informação pessoal e credenciais bancárias. A Micrsoft foi a marca mais imitada, tanto no terceiro, como no quarto trimestre de 2020.

Campanhas de phishing sazonais: a Check Point levou a cabo distintas investigações relacionadas com campanhas de phishing sazonais, das quais se destacam o Prime Day da Amazon, a Black Friday e, mais recentemente, o crescimento global de 440% de e-mails de phishing que falsificavam a identidade de marcas distribuidoras, como a DHL e FedEx, aproveitando-se do maior fluxo de compras online.

Como evitar ser vítima de Vishing: a Check Point alertou para a nova técnica maliciosa que procura, através de chamadas de voz falsas, obter dados e informação sensível.

Como reconhecer a “impressão digital” dos programadores de exploits: os investigadores da Check Point desenvolveram uma técnica para reconhecer a “impressão digital” dos programadores maliciosos, que permite detetar a sua presença, identificar falhas adicionais e bloquear famílias de malware que utilizem determinada exploit.

Domínios maliciosos relacionados com as eleições dos Estados Unidos da América: com as eleições presidenciais dos EUA, a probabilidade de os domínios relacionados com a temática serem maliciosos aumento 56%. A investigação distinguiu 6 cenários de ataque.

Reconhecimentos e iniciativas:

Check Point Software Nomeada pela 21ª vez Líder do Quadrante Mágico da Gartner para Firewalls de redes: este reconhecimento destacou a visão integral de segurança da Check Point, comprovada pelas soluções destinadas à proteção da Cloud e das instalações, bem como de prevenção contra ameaças avançadas e gestão centralizada de segurança.

SecureAcademy: durante 2020, a Check Point reforçou o seu compromisso em participar ativamente na formação para a cibersegurança. Destacam-se a parceria com a (ISC)2, a maior e mais importante associação de profissionais de cibersegurança certificados. Além disso, tornou-se formador creditado pela ISACA, uma empresa global de formação para a cibersegurança.

Informações sobre próximas conferências e webcast:

A 3 de fevereiro de 2021, a Check Point realizou uma conferência virtual com a comunidade empresarial. Para ouvir a retransmissão, visite www.checkpoint.com/ir.

Programação para a próxima conferência de investidores do primeiro trimestre de 2021:
  • Conferência de Tecnologia e Internet Goldman Sachs 2021 - 11 de fevereiro de 2021 - Virtual
  • 2021 Raymond James Institutional Investor Conference - 1 de março de 2021 - Virtual
  • Conferência Morgan Stanley 2021 sobre media, telecomunicações e tecnologia - 4 de março de 2021 - Apenas reuniões virtuais 1x1
  • Conferência Credit Suisse 2021 1x1 sobre Relações com Investidores - 8 de março de 2021 – Apenas reuniões virtuais 1x1
  • Conferência SunTrust Robinson Humphrey 2021 sobre Tecnologia, Internet e Serviços - 10 de março de 2021 – Virtual
Espera-se que os membros da direção da Check Point participem nas conferências e discutam as estratégias e iniciativas mais recentes da empresa. As apresentações deverão estar disponíveis via webcast no site da empresa. Para ouvir as apresentações e aceder às informações mais atualizadas, visite o site www.checkpoint.com/ir. O programa está sujeito a alterações.
Share it:

info

Post A Comment:

0 comments: