Total Pageviews

Blog Archive

Procura neste Blog

ITO-NeTthings. Com tecnologia do Blogger.

Blogs de Portugal

Rover Perseverance já em Marte e faz história

Rover Perseverance já em Marte e faz história
Share it:
Foi uma preparação de vários anos, oito meses de viagem no espaço e 470 milhões de quilómetros percorridos, a Mars 2020 Perseverance já aterrou em Marte. 
Rover Perseverance já em Marte e faz história
Este é um mês em grande para Marte com a chegada ao planeta de 3 missões internacionais. A missão da China, a Tianwen-1, já chegou na semana passada à órbita do planeta, tal como a Amal dos Emirados Árabes Unidos, e ambas já enviaram imagens, mas só a missão chinesa tem planos para colocar um robot no terreno de Marte. 

A Perseverance tem a missão histórica de recolher amostras do solo de Marte mais precisamente na Cratera Jezero onde se pensa ter havido água e por isso um excelente local para tentar localizar organismos que possam ter existido.

O ponto crítico da missão foram os últimos 7 minutos, desde que entrou na atmosfera até que pousou no solo marciano, que já foram referidos como os 7 minutos de terror porque é aqui que tudo pode falhar. 

O lançamento da missão Mars 2020 Perseverance aconteceu em julho de 2020, desde Cabo Canaveral, mas os preparativos da viagem até Marte e dos vários instrumentos científicos a bordo remontam a vários anos antes. 

A Perseverance da agência espacial dos Estados Unidos chega uma semana depois da China e dos Emirados Árabes Unidos que também aproveitaram uma janela de lançamento Terra-Marte que ocorre apenas a cada dois anos, enviando as suas missões em julho de 2020, motivo pelo qual as respetivas chegadas são próximas. 

A primeira missão a "chegar" a Marte foi a dos Emirados Árabes Unidos, com o objetivo de fazer algumas pesquisas inovadoras sobre a atmosfera do planeta vermelho, "do alto" da sua órbita. Menos de 24 horas depois foi a vez da sonda chinesa, neste caso tocando, efetivamente, solo marciano. Ambas já partilharam imagens. 
Share it:

info

Post A Comment:

0 comments: