Total Pageviews

Blog Archive

Procura neste Blog

ITO-NeTthings. Com tecnologia do Blogger.

Blogs de Portugal

LENOVO acelera recuperação com aumento de dois dígitos das Receitas Trimestrais

A “Transformação Inteligente” da empresa estabeleceu a Lenovo como líder tecnológico end-to- end a nível global. Sólido desempenho reforça o impacto da estratégia de 3 vagas nos resultados.
Share it:

A “Transformação Inteligente” da empresa estabeleceu a Lenovo como líder tecnológico end-to- end a nível global. Sólido desempenho reforça o impacto da estratégia de 3 vagas nos resultados.

  • O desempenho trimestral continua a validar a estratégia da Lenovo. No primeiro trimestre as receitas cresceram 19% face aos valores registados no mesmo período do ano passado, atingindo os 11,91 mil milhões de dólares (10.45 mil milhões de euros). Pela segunda vez consecutiva, a companhia reportou um crescimento trimestral de dois dígitos e um aumento da rentabilidade em todas as unidades de negócio.
  • No primeiro trimestre, a receita antes de impostos manteve uma tendência de crescimento positiva, atingindo os 113 milhões de dólares (99.16 milhões de euros). Um aumento de 182 milhões de dólares (159.70 milhões de euros) em relação ao primeiro trimestre do ano passado, e de 76 milhões (66.69 milhões) comparativamente aos três meses anteriores. 
  • O lucro no primeiro trimestre atribuível aos accionistas aumentou para os 77 milhões de dólares (67.57 milhões de euros), um crescimento de 149 milhões de dólares (130.75 milhões de euros) face ao mesmo período do ano passado. 

A Lenovo anunciou hoje os resultados referentes ao seu primeiro trimestre fiscal que terminou no dia 30 de junho de 2018. Pelo segundo trimestre consecutivo, a Lenovo conseguiu registar um expressivo crescimento de dois dígitos nas suas receitas, face ao mesmo trimestre do ano passado. O Grupo chegou aos 11,91 mil milhões de dólares (10.45 mil milhões de euros), valor que traduz um aumento de 19% comparativamente a 2017. A empresa reportou ainda uma sólida receita antes de impostos no período em análise de 113 milhões de dólares (99.16 milhões de euros), uma subida de 182 milhões de dólares (159.70 milhões de euros) face ao primeiro trimestre do ano passado. A rentabilidade também aumentou em todas as áreas de negócio.

No primeiro trimestre fiscal, o lucro da Lenovo atribuível aos acionistas aumentou para os 77 milhões de dólares, uma subida de 149 milhões (130.75 milhões) relativamente a 2017. O lucro líquido básico por ação neste primeiro trimestre fiscal fixou-se nos 0,65 cêntimos de dólar (0,57 euros).

“Com a nossa estratégia de 3 vagas em curso, todas as áreas de negócio melhoram as receitas e a rentabilidade. A Lenovo já passou o ponto de viragem e entrou agora na fase de “aceleração” – acelerando não só a execução da nossa estratégia de transformação, mas também o momento de crescimento do nosso negócio em termos de desempenho”, disse Yang Yuanqing, Chairman e CEO da Lenovo. “No futuro, vamos manter uma rentabilidade líder neste setor, vamos crescer ainda mais no mercado de PCs; regenerar e reforçar o negócio dos smartphones, transformar o negócio dos data centers num motor de crescimento sustentável e lucrativo e continuar a investir nas áreas de ‘Smart IoT + Cloud’ e de ‘Infraestrutura + Cloud’ para promover um impulsionar um retorno sustentável a longo prazo.”

2 Análise global do negócio do grupo

Com este relatório de resultados referente ao primeiro trimestre fiscal de 2018/19, a Lenovo deu um passo em frente decisivo no seu processo de transformação e entrou numa nova fase de crescimento, graças ao foco continuado e ao progresso significativo da sua estratégia de "Transformação Inteligente", durante este trimestre. Os passos decisivos da Lenovo para a consolidação dos seus principais negócios numa empresa simplificada e integrada, juntamente com o foco nos geradores dinâmicos de receita, estão rapidamente a gerar retornos significativos.

No último trimestre, a Lenovo anunciou a criação do seu novo Intelligent Devices Group (IDG), que combina o Personal Computer and Smart Devices Group com o Mobile Business Group. A nova reflexão sobre a forma como estas duas unidades e respetivos dispositivos interagiam e impactavam os clientes promoveu não só o aumento da receita trimestral de dois dígitos do IDG, face ao ano passado, mas também o aumento de dois dígitos da quota de mercado da unidade de negócio de PCs, em todas as geografias. Com esta estratégia, a Lenovo está a impulsionar e a capitalizar as tendências de crescimento globais, tanto na área do software como dos serviços.

As principais unidades de negócios da Lenovo registaram um crescimento significativo e reforçaram a sua posição no mercado durante o trimestre:

O Intelligent Devices Group é suportado pela sinergia que existe entre as plataformas e os recursos partilhados. Esta unidade reportou um sólido crescimento das receitas de 14%, face ao mesmo período do ano passado, somando 9,95 mil milhões de dólares (8.73 mil milhões de euros).
  • Durante o trimestre, o negócio PC and Smart Devices (PCSD) que está sob a alçada do IDG reportou um aumento da receita de dois dígitos pelo segundo trimestre consecutivo. A unidade cresceu 19% face ao ano passado e manteve a sua liderança na indústria em termos de rentabilidade - 5%. A Lenovo é o fornecedor com o crescimento mais rápido (em unidades) na lista dos cinco maiores fabricantes de PCs a nível global e regressou agora à liderança desta lista de acordo com a Gartner. À margem do seu negócio de PCs, a Lenovo continua a investir no aumento do seu portefólio de equipamentos inteligentes para casa inteligente, escritório inteligente e AR/VR. 
  • O Mobile Business Group (MBG), que está sob a alçada do IDG, melhorou significativamente o seu desempenho durante o trimestre em análise, graças a três medidas chave. Em primeiro lugar, o grupo reduziu as suas despesas operacionais em mais de 100 milhões de dólares (87.75 milhões de euros); em segundo lugar apresentou um portefólio de produtos mais refinado; e por último focou-se em mercados selecionados onde consegue competir de uma forma rentável. Com a nova oferta de produtos em cima da mesa, a empresa centrou-se em segmentos mainstream e lançou com sucesso o Moto G durante este trimestre. A companhia continua a reforçar a sua posição em termos de receitas e de volume, em particular na América Latina, ultrapassando o crescimento de mercado em ambas as áreas há sete trimestres. Na América do Norte, o volume de telefones Lenovo quase que duplicou em relação ao ano passado, graças a uma estratégia de expansão bem dimensionada para os quatro principais operadores.

Graças a um forte quarto trimestre, o Data Center Group (DCG) da Lenovo conseguiu acelerar ainda mais o passo e registou um novo recorde trimestral ao nível das receitas - 1,6 mil milhões de dólares – mais 67,8% que no mesmo trimestre do ano passado. Este foi o terceiro trimestre a registar um crescimento consecutivo das receitas na ordem dos dois dígitos. A receita recorde foi impulsionada pelo crescimento dos negócios de Software Defined Infrastructure, de High Performance Computing & A.I e de Hyperscale. Os produtos definidos por software da Lenovo, liderados pela marca ThinkAgile, registaram mais uma vez um crescimento de três dígitos. Foi ainda anunciada a nova ThinkAgile CP para a próxima geração de infraestrutura de cloud composta. O negócio Hyperscale também registou um crescimento de três dígitos, face ao ano passado, melhorou a margem bruta e diversificou a base de clientes. A infraestrutura tradicional manteve os bons resultados e as soluções de armazenamento flash continuam em terreno positivo com um crescimento anual de 42%. Neste trimestre, a Lenovo conseguiu ainda ultrapassar a HPE, tornando-se pela primeira vez no fornecedor Nº 1 de supercomputadores da lista dos TOP500 supercomputadores, com 117 sistemas.

De olhos postos no futuro, o Capital and Incubator Group (LCIG) da Lenovo continua a investir e a criar a próxima geração de recursos de TI do Grupo nas área da AI, IoT, Big Data e VR/AR, em distintos setores de atividade, como produção, cuidado de saúde e transportes.

Sobre a Lenovo

 Lenovo (HKSE: 992) (ADR: LNVGY) é uma empresa Fortune 500 avaliada em 45 mil milhões de dólares, com a visão de se tornar líder global em Transformação Inteligente por meio de dispositivos inteligentes e infraestruturas que criam a melhor experiência do utilizador. A Lenovo fabrica um dos maiores portfólios de produtos conectados do mundo, incluindo smartphones (Motorola), tablets, PCs (ThinkPad, Yoga, Lenovo Legion) e estações de trabalho, bem como dispositivos AR/VR e soluções inteligentes para casa/escritório. As soluções de data center da próxima geração da Lenovo (ThinkSystem, ThinkAgile) estão a criar capacidade e poder de computação para as conexões que estão neste momento a mudar os negócios e a sociedade. A Lenovo trabalha para inspirar a diferença em todos e construir um futuro mais inteligente onde todos prosperam. Siga a Lenovo Portugal no Facebook e no Twitter, ou visite-nos em http://www.lenovo.com/pt/pt/.
Share it:

info

Post A Comment:

0 comments: