Total Pageviews

Blog Archive

Procura neste Blog

ITO-NeTthings. Com tecnologia do Blogger.

Blogs de Portugal

50% colaboradores vê conteúdo para adulto nos dispositivos de trabalho

50% colaboradores vê conteúdo para adulto nos dispositivos de trabalho
Share it:
Conclusões muito engraçadas de um relatório da Kaspersky How COVID-19 changed the way people work, vamos já ver o resumo desse relatório:
  • Quase um terço (31%) dos mesmos admite que está a trabalhar mais tempo neste período de pandemia;
  • 46% revelou que tem mais tempo para se dedicar à sua esfera privada;
  • 51% dos indivíduos que se encontram a trabalhar a partir de casa e que começaram a assistir a mais conteúdo para adultos admitiram que os visualizam através dos mesmos dispositivos que utilizam para trabalhar;
  • Cerca de um quinto (18%) dos trabalhadores chega, inclusive, a utilizar os dispositivos cedidos pela sua empresa;
  • 33% revela que assiste a conteúdo para adultos em aparelhos pessoais, nos quais também fazem algumas tarefas relacionadas com o trabalho;
  • 55% afirma que está a ler mais notícias agora do que antes devido ao regime de teletrabalho;
50% colaboradores vê conteúdo para adulto nos dispositivos de trabalho

A pandemia alterou os nosso hábitos de trabalho e o teletrabalho é uma realidade que pode vir para ficar em muitos casos.

São inúmeras vantagens do teletrabalho mas também é necessário alguns cuidados de segurança, principalmente nos dispositivos que usamos para trabalhar.

As pessoas estão a admitir que trabalham mais e melhor e que ao mesmo tempo têm mais tempo para as outras coisas o que pode indicar, que viagens, transito e stress do local do trabalho são factores prejudiciais.

Voltando ao relatório a verdade é que 51% dos indivíduos que se encontram a trabalhar a partir de casa e que começaram a assistir a mais conteúdo para adultos admitiram que os visualizam através dos mesmos dispositivos que utilizam para trabalhar e isto pode ser uma falha de segurança grave, principalmente porque isto acontece nas áreas de TI. E 18% desses, ainda utilizam os dispositivos facultados pela entidade patronal.

Este comportamento pode levar a infecções de malware, principalmente porque os sites de conteúdo para adultos costumam atrair isso mesmo. 

Outro ponto é que devemos poupar os dispositivos que usamos para trabalhar porque não representa um risco só para nós mas também para a infraestrutura da empresa.

Existem ainda outros dados que merecem atenção:
  • 42% dos trabalhadores utiliza as suas contas pessoais de email para fins de trabalho; 
  • 49% dos mesmos admite que a sua utilização aumentou com o regime de teletrabalho.
  • 38% utiliza messengers pessoais que não foram aprovados pelos departamentos de IT da sua empresa;
  • 60% confessa que os utiliza ainda mais neste novo contexto;

“As organizações não podem satisfazer todos pedidos dos seus colaboradores, como permitir que as equipas utilizem os serviços que desejam. É necessário encontrar um equilíbrio entre a conveniência dos utilizadores, a necessidade da empresa e a segurança. Para conseguir garantir o mesmo, as empresas devem ceder o acesso a serviços com base no princípio de apenas fornecer privilégios mínimos e necessários, implementar uma VPN e utilizar sistemas corporativos seguros e aprovados. Este tipo de software pode ter certas restrições que reduzem ligeiramente a utilização, mas oferecem bastantes garantias no fornecimento de medidas de segurança”, comenta Andrey Evdokimov, Chief Information Security Officer da Kaspersky.

Share it:

info

Post A Comment:

0 comments: