Total Pageviews

Blog Archive

Procura neste Blog

ITO-NeTthings. Com tecnologia do Blogger.

Blogs de Portugal

LENOVO E O PRIMEIRO SUPERCOMPUTADOR DE REFRIGERAÇÃO LÍQUIDA INTEL FUEL DA UNIVERSIDADE DE HARVARD CRIAM CONSELHO VISIONÁRIO PARA PROMOVER UMA AMPLA ADOÇÃO DA TECNOLOGIA EXASCALE

LENOVO E O PRIMEIRO SUPERCOMPUTADOR DE REFRIGERAÇÃO LÍQUIDA INTEL FUEL DA UNIVERSIDADE DE HARVARD CRIAM CONSELHO VISIONÁRIO PARA PROMOVER UMA AMPLA ADOÇÃO DA TECNOLOGIA EXASCALE
Share it:
  • Lenovo e Intel oferecem infraestrutura de supercomputação mais avançada capaz de antecipar terramotos, propagação de doenças e formação em estrela 
  • O mais recente cluster de supercomputação da Harvard University Faculty of Arts and Sciences Research Computing’s executa 3-4 vezes mais rápido com a atualização dos servidores ThinkSystem SD650 da Lenovo, através da tecnologia de refrigeração líquida Neptune ™ e dos processadores Intel Xeon Platinum 8268 de 2 Gen 
  • Lenovo anuncia a criação de um Conselho Visionário Exascale cuja missão passa por permitir uma vasta adoção de tecnologias focadas em Exascale para organizações de todas as dimensões 
LENOVO E O PRIMEIRO SUPERCOMPUTADOR DE REFRIGERAÇÃO LÍQUIDA INTEL FUEL DA UNIVERSIDADE DE HARVARD CRIAM CONSELHO VISIONÁRIO PARA PROMOVER UMA AMPLA ADOÇÃO DA TECNOLOGIA EXASCALE

Expandir o alcance e as capacidades mais avançadas das tecnologias de computação de alto desempenho (HPC), trazendo-os da Exascale para Everyscale, corresponde a uma parte crítica do compromisso da Lenovo de criar uma sociedade digital mais inclusiva, perspicaz e sustentável – um mundo com Smarter Technology for All ™. Para a Harvard University Faculty of Arts and Sciences Research Computing, “mais inteligente” corresponde a uma tecnologia de economia de energia que arrefece os servidores sem prejudicar o planeta. 

A FASRC foi criada em 2007 com o princípio básico de facilitar o avanço de pesquisas complexas, fornecendo serviços de computação de última geração. A FASRC anunciou recentemente o maior cluster de HPC, o Cannon, em homenagem à lendária estrela americana, Annie Jump Cannon. O cluster Cannon da FASRC é um sistema HPC de grande escala que suporta modelação e simulação em áreas como Ciências, Engenharias, Ciências Sociais, Saúde Pública e Educação para mais de 600 grupos de trabalho e mais de 4.500 investigadores. O processador de dados mais rápido e eficiente é fundamental para milhares de investigadores que trabalham para melhorar a previsão de tremores secundários de terramotos utilizando machine learning, modelos de buracos negros utilizando eventos de dados de telescópio, mapear a poluição invisível nos oceanos, identificar novas metodologias para monitorizar e prever doenças para conseguir desenvolver novas técnicas de análise estatística, de forma a entender melhor os detalhes da formação em estrela. 

Aproveitando a colaboração de longa data entre a Lenovo e a Intel para promover o HPC e a inteligência artificial (IA) no data center, a FASRC procurou atualizar o seu cluster anterior, o Odyssey. A FASRC queria manter a contagem de processadores alta e aumentar o desempenho de cada processador, sabendo que 25% de todos os cálculos são executados num único núcleo. A refrigeração líquida é fundamental para conseguir suportar os atuais crescentes níveis de desempenho e a capacidade extra necessária para escalar no futuro. 

O Cannon, composto por mais de 30.000 núcleos de processador Intel Xeon Scalable de segunda geração, inclui a primeira instalação norte-americana da tecnologia de refrigeração líquida Neptune ™ da Lenovo que utiliza a eficiência superior de condução de calor da água versus ar. Atualmente, os componentes críticos do servidor podem funcionar em baixas temperaturas, permitindo um maior desempenho e proporcionando uma economia de energia. O desempenho dramaticamente aprimorado habilitado pelo novo sistema, reflete o compromisso da Lenovo em levar tecnologias de nível Exascale para um vasto universo de utilizadores, em todos os lugares – o que a Lenovo denominou de “From Exascale to Everyscale ™”. 

Apesar de o sistema de armazenamento Cannon estar dividido por vários locais, a computação principal está localizada em Massachusetts Green High Performance Computing Center, um data center com certificação LEED Platinum em Holyoke, MA. O cluster Cannon inclui 670 servidores Lenovo ThinkSystem SD650 com refrigeração a água, diretos ao nó. Atualmente, cada nó Cannon é muitas vezes mais rápido do que qualquer nó anterior de cluster, com funções como modelos geofísicos da Terra, executando 3-4 vezes mais rápido que o sistema anterior. Nas quatro primeiras semanas de operação de produção, a Cannon concluiu mais de 4,2 milhões de tarefas utilizando mais de 21 milhões de horas de CPU. 

“A ciência resulta da iteração e repetibilidade. Mas a iteração é um luxo que nem sempre é possível no campo da investigação universitária, porque muitas das vezes as pessoas trabalham em contra relógio para cumprir com um prazo”, disse Scott Yockel, diretor da Harvard University Faculty of Arts and Sciences Research Computing. “Com o aumento do desempenho da computação e processamento mais rápido do cluster Cannon, os investigadores têm agora a oportunidade de tentar algo com as suas experiências de dados, falhas e tentativas. Permitir que o fracasso seja uma opção que torna os nossos investigadores mais competitivos”. 

Os núcleos adicionais e o desempenho aprimorado do sistema está, também, a atrair os investigadores de departamentos adicionais da Universidade, como Psicologia, da Escola de Saúde Pública, para promover, com maior frequência, os recursos de machine learning para acelerar e melhorar as descobertas. 

Lenovo lança Conselho Visionário Exascale 

Intel, Lenovo e alguns dos maiores nomes do mundo em HPC estão a criar um conselho visionário Exascale dedicado a trazer as vantagens da tecnologia Exascale para utilizadores de todas as dimensões, muito além das instalações governamentais e académicas. Como parte do seu trabalho de impulsionar uma ampla adoção da tecnologia Exascale para uma comunidade maior de HPC, o conselho, denominado de Projeto Everyscale, irá abordar a gama de tecnologias de componentes que estão a ser desenvolvidas para tornar possível a computação Exascale. As áreas de foco remetem para todos os aspetos do design dos sistemas HPC, desde as tecnologias alternativas de refrigeração até à eficiência, densidade, racks, armazenamento, convergência dos tradicionais HPC e AI, entre outros. Os visionários do conselho, enquanto clientes, vão trazer ideias para definir a direção da inovação Exascale que todos possam utilizar, trabalhando em equipa para dar vida a uma imagem coesa do futuro da indústria. 

A FASRC é um dos membros fundadores do Projeto Everyscale, juntamente com a Australia’s National Computational Infrastructure (também conhecida por “NCI” em Canberra, Austrália), o Instituto Flatiron Simons Foundation’s (Nova Iorque, NY), o Leibniz Supercomputing Center da Bavarian Academy of Sciences and Humanities (também conhecido por “LRZ” em Munique, Alemanha), Instituto Potsdam for Climate Impact Research (Potsdam, Alemanha), Universidade Rutgers (New Brunswick, NJ), Universidade Texas A&M (College Station, TX), Universidade Tsinghua (Pequim, China), Universidade de Birmingham (Birmingham, Reino Unido), Research Computing Center da Universidade de Chicago (Chicago, IL) e SciNet supercomputing centre da Universidade de Toronto (Toronto, Canadá). As organizações membros estão a liderar as pesquisas inovadoras relacionadas com alguns dos maiores desafios do mundo em áreas como a química computacional, análise geoespacial, astronomia, alteração climática, saúde e meteorologia. 

“Ao trabalhar com a Intel, conseguimos reunir alguns dos maiores nomes e as mentes mais brilhantes da HPC para desenvolver um guia de inovação que irá levar o design e a disseminação de tecnologias Exascale a utilizadores de todas as dimensões”, disse Scott Tease, diretor geral de HPC e AI do Lenovo Data Center Group. 

“A Intel orgulha-se de fazer parte deste importante empreendimento em supercomputação, juntamente com a Lenovo e outro líderes em HPC”, disse disse Trish Damkroger, vice-presidente e gerente geral da Extreme Computing Organization da Intel. “Com o projeto Everyscale, temos o objetivo de democratizar tecnologias Exascale e levar os principais processadores Xeon scalable, aceleradores, armazenamento, interconexão de fábrica, software e muito mais a mais clientes HPC de qualquer dimensão ou carga de trabalho”. 

Está previsto o conselho iniciar trabalhos no início de 2020.
Share it:

Post A Comment:

0 comments: