Total Pageviews

Blog Archive

Procura neste Blog

ITO-NeTthings. Com tecnologia do Blogger.

Blogs de Portugal

Signify ajuda a otimizar o crescimento do peixe e a reduzir o tratamento do piolho do mar até 50%

Signify ajuda a otimizar o crescimento do peixe e a reduzir o tratamento do piolho do mar até 50%
Share it:
A nova Philips Seacage 340W fish light da Signify ajuda a otimizar o crescimento do peixe e a reduzir o tratamento do piolho do mar até 50%.

Signify ajuda a otimizar o crescimento do peixe e a reduzir o tratamento do piolho do mar até 50%

 Signify (Euronext: LIGHT), líder mundial em iluminação, apresenta a sua mais recente inovação em iluminação LED para aquicultura. A empresa lançou a nova Philips Seacage 340W fish light, que ajuda a otimizar os resultados de crescimento para o cultivo de salmão, e também apresenta resultados comprovados para outras espécies de peixes de crescimento rápido, como o robalo e a dourada. A distribuição única de luz ajuda a evitar a exposição aos piolhos do mar, reduzindo o tratamento até 50%.

A luz é um poderoso instrumento para melhorar a produção de peixe e garantir o seu bem-estar. Com uma relação de contraste otimizada, a iluminação LED da Philips para aquicultura melhora o índice de conversão alimentar e a distribuição correta da luz ajuda a prevenir a exposição a piolhos do mar. Com uma inclinação suave e níveis de regulação baixos, também reduz os níveis de stress para dos peixes, melhorando o seu bem-estar. O espectro da luz é otimizado para a distribuição de baixo de água, a sensibilidade ocular dos peixes e dos fotorrecetores da glândula pineal, maximizando a contribuição para um melhor crescimento sem maturação. O salmão é mantido num estado permanente de Verão para evitar a desova e manter um grande sabor e textura na fase de crescimento.

A distribuição da luz, é única no seu género, dirigida individualmente para baixo, nas zonas marítimas ou nos tanques. A densidade de luz otimizada em combinação com o feixe de luz descendente garante que os peixes vão nadar mais profundamente. E quando instalado abaixo dos 5 metros, reduz a necessidade de tratamentos para o piolho do mar, uma vez que os peixes nadam na sua maioria abaixo do nível dos piolhos do mar. Isto também reduz a quantidade de eletricidade que é utilizada e garante que não é criada qualquer poluição luminosa. Nos tanques, a distribuição da luz responde à necessidade de iluminação em todas as partes do tanque, garantindo que a luz chega onde é necessária, sem que os peixes ou pequenas partículas obscureçam a luz.

A criação de salmão com um elevado valor de mercado a baixos custos operacionais e com níveis de produção constantes é um desafio. No salmão de viveiro norueguês, a desparasitação representa até 10% dos custos de produção. E, com a alimentação dos peixes a representar 50% dos custos operacionais, qualquer redução da taxa de conversão alimentar resulta num lucro maior.

"A Philips Seacage 340W Fish Light é robusta e fácil de manusear. Para além de melhorar as taxas de crescimento e reduzir significativamente a exposição aos piolhos do mar, a nossa nova solução é energeticamente eficiente e reduz a taxa de conversão alimentar, o que resulta num custo de produção mais baixo. Ajudamos os nossos clientes a manter uma produção constante e, ao mesmo tempo, melhoramos o bem-estar e a sustentabilidade do peixe", afirmou Remco Lansbergen, Diretor Geral de Aquicultura da Signify.

A iluminação de aquicultura Philips combina a mais recente tecnologia LED com os conhecimentos de investigação em fisiologia dos peixes. A Signify colabora com as principais universidades e institutos através do financiamento de projetos de investigação de doutoramento e pós-doutoramento. Isto inclui investigações sobre o crescimento dos peixes na Universidade de Stirling, na Escócia, e investigação sobre os efeitos do espectro da luz, uniformidade, intensidade e escuridão no que diz respeito ao salmão nas fases de incubação na Universidade de Bergen, na Noruega. Os resultados da investigação mostram que a iluminação ajuda a evitar o stress nos peixes, o que resulta numa redução de 15% da mortalidade desde a fase de incubação até à fase de crescimento.
Share it:

info

Post A Comment:

0 comments: