Total Pageviews

Blog Archive

Procura neste Blog

ITO-NeTthings. Com tecnologia do Blogger.

Blogs de Portugal

Huawei e ZTE oficialmente declaradas como ameaças nos EUA

Huawei e ZTE oficialmente declaradas como ameaças nos EUA
Share it:
FCC declara oficialmente que Huawei e ZTE são ameaças à segurança nacional dos Estados Unidos . A Federal Communications Commission (FCC) designou oficialmente a Huawei e a ZTE como ameaças à segurança nacional. 


Esta velha discussão parece nunca mais acabar mas a verdade é que os americanos pensam que estas duas empresas têm ligações ao exército chinês.

Esta decisão implica que qualquer empresa de telecomunicações americana não poderá recorrer aos 8,3 mil milhões de dólares do Universal Service Fund (USF) para comprar equipamento da Huawei e da ZTE. 

Em comunicado, Ajit Pai, presidente da FCC, afirma que, tendo por base o “esmagador peso das provas” encontradas, ambas as empresas chinesas são um risco para a segurança das comunicações nos Estados Unidos, incluindo no que diz respeito à implementação das redes 5G. 

O responsável sublinha que tanto a Huawei como a ZTE têm ligações ao Partido Comunista chinês e às forças militares do país, algo que as obriga a cooperar com os serviços de inteligência chineses. 

A mais recente decisão da FCC surge após o Departamento de Defesa dos Estados Unidos ter publicado uma lista de empresas chinesas a operar em solo americano que poderão ter ligações com o exército chinês. A lista inclui a Huawei, a Hangzhou Hikvision, China Railway Construction Corporation, e a China Telecommunications Corporation, entre outras empresas ligadas ao sector da construção naval, telecomunicações, aeroespacial e até energia nuclear. 

O Congresso americano não é chamado para atuar sobre a lista, mas vai influenciar as autorizações do fundo de investimento nas empresas chinesas que foram visadas. 

Isto é mais um episódio, onde diga-se a Huawei tem saído bastante prejudicada. 

Vamos esperar por novos capitulos.

Fonte: TekSapo
Share it:

info

Post A Comment:

0 comments: