Total Pageviews

Blog Archive

Procura neste Blog

ITO-NeTthings. Com tecnologia do Blogger.

Blogs de Portugal

Lenovo e Intel são parceiras do supercomputador Scientific Cluster-4 de Viena, permitindo investigar desde as mudanças climáticas até à origem do Universo

Lenovo e Intel são parceiras do supercomputador Scientific Cluster-4 de Viena, permitindo investigar desde as mudanças climáticas até à origem do Universo
Share it:
Supercomputador líder na Áustria é agora quarto vezes mais poderoso que o antecessor, capaz de suportar os projetos de investigação para combater os maiores desafios da humanidade 

Lenovo e Intel são parceiras do supercomputador Scientific Cluster-4 de Viena, permitindo investigar desde as mudanças climáticas até à origem do Universo

Lenovo e Intel anunciaram hoje uma colaboração para modernizar a infraestrutura de HPC no supercomputador mais poderoso da Áustria – o Vienna Scientific Cluster-4 (VSC- 4). Construído nos servidores ThinkSystem da Lenovo e nos processadores Intel Xeon Scalable de 2ª geração, o VSC-4 suporta mais de 300 projetos de investigação liderados por cientistas de instituições de Ensino Superior por toda a Áustria, cobrindo desafios capazes de melhorar a vida, como a meteorologia para a ciência dos materiais, química quântica e genética. 

O próprio VSC é um consórcio entre cinco grandes universidades austríacas: Universidade Técnica de Viena, a Universidade de Viena; a Universidade de Recursos Naturais e Ciências da Vida de Viena; a Universidade de Tecnologia de Graz; e a Universidade de Innsbruck. Esta colaboração permite aos investigadores adquirir e atuar em supercomputadores de maior dimensão e mais poderosos, algo que não seria possível individualmente, pois a exigência por recursos e HPC aumentou significativamente nos últimos anos. 

Tal como os antecessores, o VSC-4 irá ser utilizado para apoiar projetos que pretendem executar análises de big data e machine learning para avançar com as investigações. As solicitações também se tornam mais diversas e abrangentes, incluindo utilizadores não tradicionais em áreas como biotecnologia, ciências sociais e humanidades. Os projetos incluem a capacidade de prever o impacto das mudanças climáticas nos rios e áreas de inundação; ajudar as nações a prepararem-se para a mudança dos padrões climáticos; compreender como determinadas drogas reagem com proteínas no corpo humano para melhorar o desenvolvimento da medicina; e simular situações iniciais do universo após o Big Bang. 

A Lenovo trabalhou com a equipa VSC-4 para proporcionar servidores ThinkSystem SD650 da Lenovo com tecnologia Direct Water-Cooling de 3.ª geração, equipada com processadores Intel Xeon Scalable de 2.ª geração. A tecnologia interna de refrigeração de água remove aproximadamente 90% do calor do sistema, reduzindo drasticamente a necessidade de refrigeração do ar pelos ventiladores, cortando os custos de energia e aumentando o desempenho. 

Um cluster composto por 790 nós ThinkSystem SD650 foi implementado com 37.920 núcleos de processadores Intel Xeon Scalable, com Intel DL Boost – a tecnologia de aceleração de IA incorporada da Intel. Os servidores são conectados pelo Intel Omni-Path Architecture de 100 GB / s, uma interconexão de alta velocidade que aumenta o desempenho da aplicação, melhora o equilíbrio da carga e maximiza a escalabilidade. 

O novo VSC-4 tornou-se no primeiro supercomputador na Áustria a quebrar a barreira do petaflop (PFLOP), atingindo um desempenho máximo de 3,7 PFLOPS (2,7 PFLOPS em operação contínua), conforme avaliado no benchmark Linpack. É a maior instalação de HPC do país e ocupa a 93.ª posição na lista TOP500 de novembro de 2019 dos supercomputadores mais poderosos do mundo. 

“O VSC-4 é quatro vezes mais poderoso que o antecessor e, com a tecnologia de refrigeração direta da Lenovo, também economizamos energia e custos. Estamos muito satisfeitos com os resultados, visto que agora tem um supercomputador de classe mundial que irá estar no coração da comunidade de investigação austríaca nos próximos anos”, disse o professor Herbert Störi, líder do projeto científico Vienna Scientific Cluster. 

“Como fornecedora líder mundial* de supercomputadores, a Lenovo orgulha-se de ajudar a VSC a disponibilizar a energia de computação necessária para ajudar os investigadores a resolver os problemas mais desafiadores que o planeta enfrenta”, disse Scott Tease, general manager de HPC e IA do Lenovo Data Center Group. 

“O novo Sistema VSC-4 oferece à comunidade de investigação europeia um novo recursos poderoso para explorar e inovar as descobertas”, disse Trish Damkroger, vice-presidente e general manager da Extreme Computing Organization da Intel. “Com os nossos mais recentes processadores Intel Xeon Scalable e a estrutura Omni-Path, o VSC-4 está preparado para assumir as tarefas mais exigentes na convergência de HPC e Inteligência Artificial”.
Share it:

info

Post A Comment:

0 comments: