Total Pageviews

Blog Archive

Procura neste Blog

ITO-NeTthings. Com tecnologia do Blogger.

Blogs de Portugal

A actualização do Windows 10 pode danificar o teu SSD

A actualização do Windows 10 pode danificar o teu SSD
Share it:
A actualização anterior do Windows 10 causou problemas com a ferramenta de optimização da unidade.

A actualização do Windows 10 pode danificar o teu SSD

Na maioria dos casos, o Windows é capaz de distinguir entre HDDs e SSDs e executará um processo TRIM inofensivo no último, em oposição a uma desfragmentação completa. 

No entanto, o Windows desfragmentará um SSD (por design) se os instantâneos de volume estiverem habilitados, o que permite que os utilizadores voltem a um estado anterior por meio da Restauração do sistema. 

Uma próxima actualização do Windows 10 deve resolver um bug que afecta a ferramenta Optimização das Unidades que pode estar a prejudicar a longevidade dos SSDs. 

Os problemas surgiram pela primeira vez com o Windows 10 versão 2004 , lançado em maio, após o qual os utilizadores começaram a relatar que a ferramenta de optimização estava a falhar ao registar a última vez que uma unidade foi desfragmentada. 

Isso significava que o Windows 10 estava a realizar optimizações automáticas de unidade com muito mais frequência do que deveria, o que poderia ter implicações na vida útil de um SSD. 

Quando uma unidade é desfragmentada, o seu conteúdo é essencialmente reorganizado de uma forma que permite que os dados sejam acedidos ​​mais rapidamente. Desfragmentar uma unidade altamente fragmentada pode resultar em ganhos de desempenho bons, mas o processo de optimização também é desgastante para a própria unidade. 

Tradicionalmente, o Windows 10 deve registar a última vez que uma unidade foi optimizada para garantir que ela não seja submetida a desgaste desnecessário. No caso dos SSDs, alguns especialistas acreditam que não é sensato realizar a desfragmentação, enquanto outros afirmaram que há benefícios em optimizar um SSD altamente fragmentado aproximadamente uma vez por mês. 

No entanto, como resultado do bug do Windows 10 2004, a ferramenta está a desfragmentar as unidades sempre que o dispositivo conectado é reiniciado. Na verdade, isso significa que muitos SSDs estão a ser desfragmentados cerca de 30 vezes mais do que o ideal. 

A Microsoft reconheceu o problema, identificado pela primeira vez em junho, e já lançou uma correcção para membros de seu programa Insider com o Windows 10 Build 19042.487 (20H2). 

Enquanto isso, os utilizadores regulares do Windows 10 esperam que a correcção seja testada em beta e implementada em toda a base de utilizadores, o que deve estar para breve.

Até lá é aconselhável desligar a desfragmentação automática para evitar mais danos aos SSDs.
Share it:

info

Post A Comment:

0 comments: