Total Pageviews

Blog Archive

Procura neste Blog

ITO-NeTthings. Com tecnologia do Blogger.

Blogs de Portugal

Trump "salva" Huawei, mais perguntas...

Trump "salva" Huawei
Share it:
No fim de semana, à margem da cimeira do G-20 em Osaka, o presidente norte americano, Trump, deu à China, uma troca comercial significativa, anunciando “ as empresas americanas podem vender os seus equipamentos à Huawei ,” retirando assim as restrições decretadas no dia 15 de maio.

 
Esta estratégia já tinha sido aplicada à ZTE mas no caso da Huawei não haviam provas do que quer que fosse,e por isso coloca-se aqui as primeiras questões? Porque foi levantada a proibição? O que levou a esta conclusão? 

O conselheiro económico Larry Kudlow da Casa branca, revelou mais informações numa entrevista na Fox News. Basicamente o que disse foi: "Foram emitidas algumas licenças que permitem a venda de produtos à Huawei, sob a condição que estas vendas não metem em causa a segurança nacional."

E continuou: "A Huawei irá permanecer na lista de entidades onde existem controles de exportação por falhas graves de segurança nacional”.

A questão da segurança nacional parece ser mais sobre telecomunicações e equipamentos de infra-estrutura de rede, como a tecnologia 5G da Huawei. Pode ser que a restrição principal será no fornecimento de tecnologia para redes móveis.

Em termos de dispositivos de consumo, pensa-se que a Huawei vai novamente ser capaz de adquirir componentes como modems e processadores Qualcomm e sistema operativo Android, da Google, para continuar a desenvolver e vender smartphones.

A partir daqui levantam-se mais questões:
  • Será isto uma guerra comercial?
  • Quais são os verdadeiros interesses por trás?

A verdade é que a Huawei é um bela lição para empresas chinesas que vão procurar ser completamente autonomas e quando isto aconetcer ainda mais perguntas se colocam:
  • Como irá afectar isso as tecnológicas norte americanas? 
  • Será que aumentara ainda mais o poder chinês?
  • Quem está mais evoluído?

E é isto, basicamente, um mar de questões que ficarão por responder.
Share it:

info

Post A Comment:

0 comments: