Total Pageviews

Blog Archive

Procura neste Blog

ITO-NeTthings. Com tecnologia do Blogger.

Blogs de Portugal

Politécnicos juntaram-se e criaram dois protótipos de ventiladores numa semana

Politécnicos juntaram-se e criaram dois protótipos de ventiladores numa semana
Share it:
Os Politécnicos de Viseu e Leiria juntaram-se e anunciaram que desenvolveram, no espaço de uma semana, dois protótipos de ventiladores para tentar dar resposta à escassez destes equipamentos, face à pandemia da covid-19.

Politécnicos juntaram-se e criaram dois protótipos de ventiladores numa semana
 
As duas instituições, com a colaboração de uma rede de politécnicos de norte a sul do país e de empresas, desenvolveram dois protótipos de ventiladores que poderão depois ser fabricados em série, após um processo de licenciamento.

Cerca de 20 pessoas tiveram a ideia de criar dois protótipos de ventiladores. Um à base de motor eléctrico, outro a funcionar através de ar comprimido (sistema pneumático) .

Com base num modelo de acesso livre disponibilizado pelo MIT (Massachusetts Institute of Technology), a equipa, contou sempre com o acompanhamento de médicos.

João Monney Paiva, presidente do Instituto Politécnico de Viseu: “Pensámos no que seria possível fazer para ajudar as pessoas. Esperemos que nada disto seja necessário, mas, caso seja, que ajude a não passar por situações de falta de recursos e de se ter que escolher em que doente se aplicam”.

Agora, a expetativa é que empresas se mostrem interessadas em avançar com um processo de licenciamento junto do Infarmed e a disponibilidade de fabricar os ventiladores em série, refiriu: “Queremos sensibilizar o Infarmed para que possibilite uma análise mais expedita e, se virem que este equipamento é crítico, que façam uma avaliação mais rápida”, salientou o responsável.

Ao mesmo tempo, a equipa disponibilizou um email (emergencyventilatorpt@gmail.com) para empresas e instituições poderem ajudar no protejo, seja na melhoria dos protótipos, seja no fornecimento de componentes e equipamentos que serão necessários na sua produção em série, como por exemplo células de oxigénio.

Todos juntos, vamos lá!

Fonte: NoticiasdeViseu
Share it:

info

Post A Comment:

0 comments: