Total Pageviews

Blog Archive

Procura neste Blog

ITO-NeTthings. Com tecnologia do Blogger.

Blogs de Portugal

YouTube detecta automaticamente 94% de conteúdo inapropriado através de machine learning

YouTube detecta automaticamente 94% de conteúdo inapropriado através de machine learning
Share it:
Ao longo dos anos, o YouTube tem vindo a disponibilizar novas métricas, tais como o número de recursos de ações por violações e os vídeos que foram restabelecidos após análise. 
YouTube detecta automaticamente 94% de conteúdo inapropriado através de machine learning
Desde o lançamento do Relatório de Aplicação das regras da comunidade do YouTube em 2018 o YouTube removeu mais de 83 milhões de vídeos e 7 mil milhões de comentários por violarem as regras da comunidade

Além disso, por incluir uma avaliação da capacidade de identificar conteúdo que viola as políticas, o documento tem mostrado os resultados dos grandes investimentos em tecnologias de machine learning que o YouTube fez em 2017. Por exemplo: atualmente, o YouTube é capaz de detectar 94% deste tipo de conteúdo na plataforma recorrendo a sinalização automática, sendo que 75% dos vídeos são removidos antes de receberem 10 visualizações. 

Hoje, o YouTube está a disponibilizar mais uma perspetiva no seu relatório que proporcionará ainda maior transparência sobre a eficácia dos nossos sistemas: a Taxa de visualização de conteúdo inadequado (VVR).

Resumidamente, a Taxa de visualização de conteúdo inadequado ajuda a determinar qual a percentagem de visualizações no YouTube relativa a vídeos que violam as suas políticas. As equipas passaram a acompanhar estes números em 2017, e esta é a principal métrica usada para medir o trabalho de responsabilidade. 

 À medida que o YouTube aumenta os investimentos em pessoas e tecnologias, nota uma queda na VVR. A taxa VVR mais recente está entre 0,16% e 0,18%. Isto significa que, a cada 10.000 visualizações no YouTube, 16 a 18 das mesmas são de vídeos que violam as suas políticas. Este resultado é 70% menor em relação ao mesmo trimestre de 2017. 

Grande parte disso aconteceu graças aos seus investimentos em machine learning. A partir de agora, o YouTube vai actualizar a VVR a cada três meses no Relatório de aplicação das regras da comunidade.


Share it:

info

Post A Comment:

0 comments: