Total Pageviews

Blog Archive

Procura neste Blog

ITO-NeTthings. Com tecnologia do Blogger.

Blogs de Portugal

CES 2021: Bosch aposta na IA e na conectividade para a proteção das pessoas e do ambiente

CES 2021: Bosch aposta na IA e na conectividade para a proteção das pessoas e do ambiente
Share it:
Soluções inteligentes e amigas do ambiente para a saúde, casa, indústria e mobilidade


  • Michael Bolle, membro do conselho de administração da Bosch: “A Bosch combina IA e conectividade para criar a AIoT, com o objetivo de melhorar a eficiência energética e combater o coronavírus.”
  • Saúde e segurança inteligentes: soluções Bosch AIoT distinguidas pelo CES® Innovation Award.
  • Melhorado o software do Vivalytic: tempo de resposta para amostras positivas do SARS-CoV-2 reduzido para menos de 30 minutos.
  • Sustentabilidade #LikeABosch: a campanha mundial da Bosch mostra como todos podem fazer a sua parte para contribuir para a proteção do ambiente.
  • Ação climática está a dar frutos: Carbon Disclosure Project coloca a Bosch na “Climate Change A-List”
  • IA no espaço: Bosch possibilita a navegação de robots na lua.

Com o objetivo de contribuir para melhorar a saúde das pessoas e proteger o nosso planeta, a Bosch conta com a AIoT, aproveitando as possibilidades que os dados, a inteligência artificial e a internet das coisas oferecem para trazer benefícios para as pessoas e para o meio ambiente com soluções técnicas. “Combinamos IA e conectividade para dar origem à AIoT, que nos ajuda a melhorar a eficiência energética e a combater o coronavírus”, afirma Michael Bolle, membro do conselho de administração da Bosch. “A AIoT oferece um potencial enorme. Já estamos a relevar esse potencial e planeamos aumentar os nossos esforços no futuro no que diz respeito a este tema.” Sob o lema “Sustentabilidade #LikeABosch”, a empresa vai apresentar na feira virtual de tecnologia CES 2021 soluções inteligentes e sustentáveis para as áreas da saúde, residências e mobilidade.

Entre as inovações que a Bosch vai apresentar em primeira mão no evento de tecnologia está o primeiro sensor de IA do mundo de autoaprendizagem para wearables e hearables em monitorização de fitness. Uma vez que a IA é executada no próprio sensor (Edge AI), deixa de existir a necessidade de uma conexão com a Internet durante uma sessão de exercícios, o que se traduz numa melhoria da eficiência energética e garantia da privacidade dos dados. 

Além disso, a Bosch vai apresentar um sensor que mede fatores como qualidade e humidade relativa do ar. Este sensor fornece informações sobre a concentração de aerossóis no ar, dados que se tornaram especialmente importantes na luta contra o coronavírus. Também as câmaras de segurança da Bosch podem ajudar na luta contra o vírus – a IA permite que estes sensores sejam executados numa ampla gama de aplicações específicas do cliente. Por exemplo, uma nova solução de câmara com análise de vídeo inteligente integrada mede a temperatura corporal sem contato, anonimamente e com elevada precisão com um desvio máximo de meio grau. Ao utilizar uma solução de software para a plataforma de câmara aberta da startup da Bosch Security and Safety Things, essas câmaras conseguem detetar se, por exemplo, o número de pessoas numa loja está em conformidade com as restrições impostas no combate ao coronavírus. Esta plataforma foi distinguida e premiada com o CES® Innovation Award 2021, fazendo assim parte do lote das quatro soluções da Bosch selecionadas na edição deste ano destes prémios.

Outra estreia diz respeito a um monitor portátil de hemoglobina que tem a capacidade de detetar a existência de anemia através de uma impressão digital. O dispositivo é particularmente adequado para regiões com acesso insuficiente a cuidados médicos. Equipado com IA, o monitor de hemoglobina fornece um resultado em 30 segundos, não sendo necessário recorrer a teste de laboratório ou recolha de sangue.

Neste momento, o melhor exemplo de como a tecnologia inovadora da Bosch pode melhorar a saúde e o bem-estar é o dispositivo de testes rápidos PCR da Bosch à COVID-19 – o Vivalytic. A mais recente atualização deste dispositivo permite ter acesso aos resultados ainda mais rapidamente: laboratórios, consultórios médicos, casas de repouso e hospitais podem analisar cinco amostras simultaneamente em apenas 39 minutos, uma tecnologia literalmente "inventada para a vida". Além disso, graças à melhoria do software, o tempo de resposta para amostras positivas do SARS-CoV-2 foi reduzido para menos de 30 minutos. Estes testes rápidos da Bosch ao coronavírus têm uma sensibilidade de 98% e uma especificidade de 100%. O desenvolvimento do sistema Vivalytic surgiu de uma colaboração de longa data entre a área de pesquisa corporativa e a engenharia avançada da empresa, a Bosch Healthcare Solutions, e o Hospital Robert Bosch.

Sustentabilidade #LikeABosch: Bosch pioneira na ação climática

Um estudo publicado recentemente na Alemanha indicou que a AIoT pode ir além das aplicações na área da saúde para desempenhar também um papel importante na ação climática. Segundo este estudo, uma digitalização que abrange áreas como a mobilidade, a indústria e a tecnologia de construção pode ajudar o país a quase atingir as metas de emissões estabelecidas pelo Acordo de Paris (fonte: Accenture). É aqui que a Bosch dá um contributo importante: o mote para a CES deste ano - “Sustentabilidade #LikeABosch” - expressa a missão de responsabilidade empreendedora da empresa. Esta que é uma sequência da campanha #LikeABosch destaca como todos podem fazer a sua parte para proteger o meio ambiente com produtos sustentáveis. A própria Bosch está a liderar pelo exemplo: de acordo com cálculos internos, todas as 400 localizações da empresa no mundo são neutras em carbono desde 2020. A Bosch é a primeira empresa industrial com operação global a atingir emissões zero de carbono no que diz respeito à energia que produz e àquela que obtém externamente.


“O próximo passo para a Bosch é abordar as emissões ao longo de toda a cadeia de valor, desde a aquisição até ao uso do produto”, afirma Bolle. Nesse sentido, a Bosch é o primeiro fornecedor automóvel a aderir à iniciativa Science Based Targets com uma meta específica e ambiciosa: até 2030, reduzir as emissões de CO2 a montante e a jusante em 15%. As conquistas da Bosch no que à ação climática diz respeito ganharam também reconhecimento fora da empresa: a organização sem fins lucrativos Carbon Disclosure Project (CDP) acrescentou a Bosch à sua Lista A (“Climate Change A-List”). Através da sua empresa consultora Bosch Climate Solutions, fundada no ano passado, a Bosch partilha a sua experiência como pioneira em ações climáticas com outras empresas. A startup da Bosch comercializa várias soluções, incluindo a plataforma de energia da Bosch baseada na cloud, que aplica algoritmos inteligentes para reduzir o consumo de energia das máquinas e, assim, aumentar a eficiência dos processos de produção. A Bosch já implementou a plataforma em mais de 100 localizações, acrescentando assim uma grande contribuição para melhorar a eficiência energética - a principal alavanca nos esforços da empresa para se tornar neutra em carbono.

Digital e sustentável é o caminho a seguir: na pole position com IA industrial

Como mostra este exemplo, a digitalização está a abrir caminho para a sustentabilidade. “Queremos ser a empresa líder em AIoT em todas as áreas onde atuamos”, explica Bolle. A confiança na IA é o pré-requisito mais importante para que ela se estabeleça, para que possa melhorar a vida das pessoas e ajudar a limitar as alterações climáticas. Para isso, a Bosch conta com IA industrial, que explica o mundo físico para as máquinas em vez de as ensinar a se comportarem como pessoas. No entanto, isso é algo que requer diretrizes éticas. Para as definir, a Bosch elaborou um código de ética de IA que se centra na ideia de que os humanos mantêm sempre o controlo.

Além de melhorar a eficiência energética na manufaturação, a Bosch está sistematicamente a adicionar conectividade aos seus produtos para edifícios e mobilidade com a finalidade de ajudar os consumidores a economizar energia. Um desses produtos diz respeito a um gerador de energia para uso em residências. Quando combinado com uma bomba de calor e sistema fotovoltaico, o gerador pode reduzir o consumo de energia em até 60%. Na esfera da mobilidade, os condutores de veículos elétricos podem beneficiar de serviços como o Battery in the Cloud, que usa análise de software inteligente para reduzir o desgaste da bateria em até 20%.


De um forma geral, a combinação de condução eletrificada e autónoma com serviços personalizados e conectados abrirá um amplo espectro para aplicações de software. Os computadores dos veículos são fundamentais para os esforços que a Bosch tem vindo a desenvolver de forma a estender a sua posição de liderança no que concerne aos sistemas eletrónicos com uso intensivo de software. Para responder a essa procura, a nova divisão de Cross-Domain Computing Systems e os seus 17.000 colaboradores iniciaram operações no início do ano. Nesta unidade, a Bosch combina os seus recursos em engenharia de hardware e software para computadores de veículos, sensores e unidades de controlo para todos os domínios dos veículos. Isso reduz a complexidade no desenvolvimento de veículos e colocará novas funções na estrada num espaço de tempo significativamente mais rápido.

Agora também na lua: observando do espaço com a AI da Bosch

Das estradas na Terra a atividades no espaço: enquanto a edição da CES no ano passado assistiu à estreia do sistema de sensor SoundSee AI para a Estação Espacial Internacional, desta vez a Bosch direcionou os seus olhos para a lua. Como parte do programa Tipping Point da NASA, a Bosch está a unir forças com as empresas Astrobotic e WiBotic, bem como com a Universidade de Washington para desenvolver navegação autónoma inteligente e tecnologias de carregamento sem fio para robots que exploram a superfície lunar. A partir de 2023, esses robots lunares do tamanho de uma caixa de sapatos, designados de CubeRovers, devem ser capazes de se mover de forma autónoma pela lua e também de encontrar o caminho de volta para as suas estações de acoplamento. Os investigadores da Bosch que estão a trabalhar no projeto em Pittsburgh e em Silicon Valley têm contribuído com a sua experiência em análises de dados inteligentes baseadas em IA e em soluções de conectividade sem fio. As descobertas resultantes vão derivar para aprofundar o desenvolvimento das soluções de AIoT da Bosch na Terra.

Tudo isto mostra claramente quanto potencial a AIoT oferece, bem como o papel fundamental que a sustentabilidade desempenha nela. “Somente as empresas que procurem a sustentabilidade hoje e desbloqueiam o enorme potencial da AIoT terão sucesso no amanhã”, reforça Bolle.
Share it:

info

Post A Comment:

0 comments: